Ray Liotta em cena de Black Bird (Reprodução)

Créditos da imagem: Ray Liotta em cena de Black Bird (Reprodução)

Séries e TV

Entrevista

Roteirista de Black Bird prometeu papel maior para Ray Liotta em próximo projeto

Ator morreu em maio, após completar as filmagens da série do Apple TV+

Omelete
2 min de leitura
Caio Coletti
07.07.2022, às 06H00

Dennis Lehane teve que brigar com seus colegas de produção para poder escalar Ray Liotta em Black Bird. O roteirista disse ao Omelete que esta foi a sua única decisão como showrunner que foi questionada nos bastidores - mas ele estava determinado a ter o ator, que morreu em maio aos 67 anos de idade, na série.

Nós mandamos os roteiros para ele, e ele nos respondeu em 24 horas”, conta. “Foi uma enorme alegria trabalhar com Ray, porque ele veio para o set determinado a entregar essa performance na sua melhor forma possível. Ele era um ator muito curioso, nunca te entregava a mesma interpretação de uma fala duas vezes, improvisava bastante, e se dava muito bem com seus colegas de trabalho”.

A parceria, de fato, foi tão positiva que Lehane prometeu a Liotta um papel maior em seu próximo projeto. “A última vez que falei com Ray foi três semanas antes de sua morte, e a última coisa que ele disse para mim foi: 'Você vai escrever algo para mim no próximo roteiro, certo? E que seja um papel maior!'”, lembra.

“Fuck you, pay me”

Em Black Bird, Liotta interpreta Big Jim Keene, o pai do protagonista Jimmy (Taron Egerton), e uma das principais razões para ele aceitar um acordo perigoso oferecido a ele pelo FBI: em troca de uma sentença de prisão mais curta, Jimmy tenta se aproximar o serial killer Larry Hall (Paul Walter Hauser) e extrair confissões dele.

Eu tenho muitas memórias legais de Ray”, diz Egerton. “Nós estávamos sentados no set um dia, e eu estava contando a ele sobre um incômodo que eu tinha com a minha carreira, uma obrigação que eu não gostava de cumprir. E ele concordava comigo, claramente, porque só respondeu: 'Foda-se, me pague' [‘Fuck you, pay me’]. Ele me respondeu com uma citação de Os Bons Companheiros”.

Refletindo sobre sua fixação com Liotta para o papel de Big Jim, Lehane parece chegar ao cerne do que fazia do americano uma presença única em Hollywood: “Quando ele interpretava um vilão, você conseguia ver o mocinho; quando ele interpretava um mocinho, você conseguia sentir o perigo. Existiam infinitas possibilidades em uma performance de Ray Liotta, e poucos diretores se aproveitavam disso. Eu queria trazê-lo de volta para o que ele faz melhor”.

Black Bird estreia seus dois primeiros episódios nesta sexta-feira (8), no Apple TV+. Os capítulos seguintes serão lançados semanalmente.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.