Foto de Smallville

Créditos da imagem: Smallville/CW/Divulgação

Séries e TV

Notícia

Allison Mack, de Smallville, se declara culpada em caso de culto sexual

Atriz afirmou que acreditava que estava fazendo bem, mas estava errada

Camila Sousa
08.04.2019
15h47

Segundo o Hollywood Reporter, Allison Mack (a Chloe de Smallville) se declarou culpada no caso de culto sexual. Ela afirmou que manipulou mulheres para que elas se tornassem escravas sexuais de Keith Raniere, o líder do culto.

“Eu acreditei que as intenções de Keith Raniere eram para ajudar pessoas, mas eu estava errada”, afirmou a atriz, que chorou no tribunal. Com a declaração, Mack não será levada a julgamento ao lado de Raniere e outros membros do culto, que continuam se declarando inocentes.

O caso do culto sexual foi divulgado em março de 2018, em uma reportagem no NY Post, que também citava a participação de Kristin Kreuk, a Lana Lang de Smallville. Chamada de NXIVM (pronunciado "nexium"), a seita utilizava de chantagem para manter as mulheres como escravas sexuais, chegando até a marca-las com ferro quente na região próxima à virilha. Mack foi presa em abril de 2018 e solta pouco depois, após sua mãe pagar sua fiança.

O tribunal continuará as investigações e a sentença final da atriz será revelada em 11 de setembro.