Séries e TV

Notícia

13 Reasons Why | Série duplica pedidos de ajuda à organização de prevenção ao suicídio

CVV recebeu pelo menos 50 ligações mencionando a produção da Netflix

Rafael Gonzaga
07.04.2017
12h46
Atualizada em
07.04.2017
13h05
Atualizada em 07.04.2017 às 13h05

A CVV (Centro de Valorização da Vida), serviço voluntário e gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio, recebeu o dobro de ligações desde que a primeira temporada da série 13 Reasons Why foi lançada na Netflix. A série conta a história da adolescente Hanna Baker (Katherine Langford), que decide cometer suicídio após sofrer abusos como bullying e assédio. De acordo com a UOL, a associação recebeu pelo menos 50 contatos mencionando o programa. 

Em entrevista ao site, um porta-voz do CVV disse que o aumento aconteceu em função da Netflix ter disponibilizado os contatos da organização no site da série em um especial chamado "Tentando Entender os Porquês". A CVV decidiu incentivar os voluntários do serviço a assistirem a temporada e lerem o livro de Jay Asher que inspirou a série, "Os 13 Porquês".

O CVV atende 24 horas por dia pelo telefone 141, por e-mail, Skype e chat no site do serviço. Além de fazer essa ponte com a organização, 13 Reasons Why também iniciou uma campanha contra bullying e assédio nas redes sociais através da hashtag #NãoSejaUMPorque. 

A série acompanha Clay Jensen (Dylan Minnette), adolescente que recebe uma caixa com treze fitas de áudio gravadas por Hannah Baker, sua antiga paixão de escola que cometeu suicídio duas semanas antes - leia nossa crítica da primeira temporada.

A produção executiva é de Tom McCarthy (Spotlight), Kristel Laiblin (Filhos da Esperança) e Seleza Gomez.