Empresa americana Live Nation compra parte do Rock In Rio

Música

Notícia

Empresa americana Live Nation compra parte do Rock In Rio

Roberto Medina continuará no gerenciamento e consultoria

Julia Sabbaga
02.05.2018
15h32
Atualizada em
29.06.2018
02h45
Atualizada em 29.06.2018 às 02h45

A Live Nation, líder mundial no entretenimento ao vivo, anunciou hoje a compra de parte do Rock In Rio, evento criado por Roberto Medina em 1985. A declaração não revela o tamanho da parcela adquirida, mas deixa claro que "Medina e sua equipe mantem sua parte societária e continuam a administrar todos os aspectos da produção e seguem à frente dos negócios".

O próprio Medina comentou a mudança: "Estamos satisfeitos em reunir o maior festival de música do mundo com a maior empresa de entretenimento do planeta". Ele ainda disse que "a parceria vai gerar uma série de sinergias que permitirão atingir as ambições ainda maiores do Rock in Rio".

Com mais de 100 festivais ao redor do globo, a Live Nation abriga a maior coleção de festivais do mundo. A empresa experimentou uma saudável demanda por festivais na região, expandindo, com sua parceira C3 Presents, a franquia Lollapalooza pelo Brasil, Chile e Argentina.

A mais recente empreitada da empresa no país foi a passagem do Foo Fighters com Queens Of The Stone Age no Brasil. 

A única atração confirmada para o Rock in Rio de 2019 até agora é Anitta, que se apresentará também no Rock In Rio Lisboa.