Filmes

Notícia

RED 2 envolve o WikiLeaks e é como um road movie internacional, diz o produtor

Lorenzo di Bonaventura também conta que filmagens terminam em dezembro

Marcelo Hessel
07.11.2012, às 00H00
ATUALIZADA EM 29.06.2018, ÀS 02H44
ATUALIZADA EM 29.06.2018, ÀS 02H44

RED 2, a continuação de RED - Aposentados e Perigosos, passará por EUA, Londres, Paris e Moscou. Segundo o produtor Lorenzo di Bonaventura, será como um "road movie internacional".

Em entrevista aos nossos parceiros do Collider, o produtor disse também que a trama começará de seis a nove meses depois do fim do primeiro filme, e que o protagonista vivido por Bruce Willis - que antes tinha problemas com a vida de aposentado - agora se vê na dificuldade de manter um relacionamento com a personagem de Mary-Louise Parker.

Ainda de acordo com Bonaventura, a trama envolve algo chamado "Nightshade", que é exposto ao público no WikiLeaks e coloca em risco os agentes da CIA. Pela sinopse preliminar divulgada anteriormente, pressume-se que o tal Nightshade é uma arma de destruição em massa, e para impedir seu uso os heróis precisam tirar do hospício o homem que a inventou - vivido por Anthony Hopkins.

Bruce Willis, Mary-Louise Parker, John Malkovich, Helen Mirren e Anthony Hopkins retornam em RED 2. Catherine Zeta-Jones, Neal McDonough, David ThewlisLee Byung-hun são as demais novidades no elenco. As filmagens começaram em setembro e terminam em 20 ou 21 de dezembro.

Dean Parisot, conhecido principalmente pela direção de Heróis Fora de Órbita (Galaxy Quest), dirigirá a segunda aventura do grupo, que foi criado nas páginas das HQs de Warren Ellis Cully Hammer.

RED 2 estreia em 2 de agosto de 2013.

Leia mais sobre RED - Aposentados e Perigosos

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.