HQ/Livros

Lista

Watchmen | Quem são os personagens da Charlton Comics que fariam parte da HQ

Panini vai relançar Edição Definitiva do clássico de Alan Moore

Fábio de Souza Gomes
11.12.2017
18h04
Atualizada em
18.12.2018
16h27
Atualizada em 18.12.2018 às 16h27

A Panini confirmou o relançamento da edição definitiva de uma das HQs mais importantes de todos os tempos, Watchmen. A publicação conta com diversos extras e, entre eles, detalha a ideia inicial do escritor Alan Moore: usar os personagens da Charlton Comics, que na época havia sido recém-adquirida pela DC, para construir um dos maiores quadrinhos de todos os tempos.

Na época, a editora preferiu não utilizar os personagens pois tinha planos “maiores” para eles e não os queria limitar a apenas uma história. Mesmo assim, eles serviram de base para Moore e o desenhista Dave Gibbons, uma vez que os heróis compartilham características semelhantes. 

Confira a lista dos personagens da Charlton que “perderam” a chance de fazer parte de Watchmen:

Dr. Manhattan/ Capitão Átomo

Base completa para um dos principais personagens da HQ, o Capitão Átomo conta com 40 anos e não envelheceu um dia sequer de sua vida. Moore comparou o herói com o Superman da Terra-1. “Ele é o primeiro e o melhor herói desse mundo”, explica. Na visão dele, o Capitão perde sua humanidade com o tempo e teria dificuldade de se relacionar com outras pessoas. Tudo isso foi base para o Doutor Manhattan, que virou um herói ainda mais complexo e que, agora, entrará definitivamente no universo DC com o fim do arco Renascimento – leia mais

Besouro Azul/ Coruja

Na visão de Moore, o Besouro Azul seria o mais humano em relação aos outros e não teria uma coragem natural como é comum entre os heróis. Ele conta com diversos aparatos, como naves, veículos e diversas armas. Para criar o Coruja, ele criou uma mistura de Batman, com Cavaleiro da Lua além do herói da Charlton Comics. O roteirista o fez um herói comum e falível. 

Questão/ Rorschach

Moore fez com que o Questão fosse um personagem tão radical que até mesmo “o pessoal linha-dura da direita ficaria nervoso com suas atitudes e ações”, explica na Edição de Luxo. Ele tentou manter o personagem o mais próximo possível da visão de Steve Dikto, criador do herói, e, apesar de discordar das visões políticas do autor, Moore passou a admirar uma pessoa capaz assumir uma postura impopular por simplesmente acreditar que está moralmente correto. Tudo isso foi base para Rorschach, que ganhou esse nome por conta do teste de manchas do famoso psiquiatra.

O Pacificador/ O Comediante

Provavelmente essa é a versão mais diferente em relação aos heróis originais. O Comediante seria uma versão mais agressiva e militarista dos EUA. A ideia do nome Pacificador seria para trabalhar mais a ironia, mas o Comediante tornou-se algo completamente diferente – virando um exército de um homem só. Entre as anotações do personagem, está uma mistura de Dirty Harry (personagem de Clint Eastwood) com Nick Fury com o Hannibal de Esquadrão Classe A.

Relâmpago (Thunderbolt) / Ozymandias

O personagem da Charlton recebeu o conhecimento de antigas escrituras e conseguiu desenvolver seu cérebro, ficando mais sábio do que qualquer outro humano. Moore entendeu que, com isso, ele poderia “prever” alguns eventos pois teria uma leitura melhor da humanidade e, ao mesmo tempo, conseguiria usar sua sabedoria para ficar rico. Tudo isso foi usado em Ozymandias, que ganhou um ar arrogante por trás de toda sua pose. “Escolhi o nome porque tem uma certa grandeza e pretensão que parecem de algum modo ficar bem no personagem”, explica Moore na edição definitiva. 

Sombra da Noite / Espectral

A personagem foi a que Moore se deu mais liberdade, uma vez que admite que essa é a que menos conhecia e no começo do projeto diz que essa era a personagem que tinha menos ideias. Eventualmente, ele a transforma em Espectral, namorada do Dr. Manhattan e a única que consegue tirá-lo de seu mundo, colocando ainda mais camadas que a deixaram em uma das personagens mais complexas da HQ. 

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.