Watchmen

Créditos da imagem: DC/Divulgação

HQ/Livros

Notícia

Watchmen | Grant Morrison explica seu ódio pela HQ e critica Alan Moore

Roteirista criticou a obra de Moore: "o homem mais inteligente do mundo é um idiota"

Fábio de Souza Gomes
17.12.2018
17h26

Grant Morrison criticou Watchmen, obra de Alan Moore e Dave Gibbons que é considerada um dos maiores clássicos dos quadrinhos. Em entrevista a io9 (Via CBR), o roteirista detonou não apenas a HQ, mas também a forma de como o quadrinista escreve.

“O fato de que os personagens são proibidos de serem mais inteligentes que o autor realmente me irrita. O homem mais inteligente do mundo é um idiota. Ele fez um plano a vida toda que é desfeito no fim do livro em um instante. O psicanalista que fala com Rorschach por cinco minutos e Rorschach conta uma história super banal sobre como ele se tornou vigilante e o psicanalista quebra. Se você é um psicanalista criminal que lida com homens na prisão, você ouviu milhares de histórias como essa. Tudo foi feito com a ideia especifica de provar que o mundo real não é igual aos quadrinhos”, afirmou.

Morrison ainda disse que a forma de Moore escrever é muito óbvia ao longo da série e não consegue esconder nada do leitor. Apesar de tudo, ele deixou claro que não tem problemas com o roteirista.

Morrison escreveu clássicos como WE3, Grandes Astros: Superman e Mulher-Maravilha: Terra Um.