Quadrinho do Homem-Aranha

Créditos da imagem: Homem-Aranha/Marvel Comics/Reprodução

HQ/Livros

Lista

Steve Ditko: relembre as grandes criações do desenhista

Cocriador de Homem-Aranha e Doutor Estranho completaria 92 anos neste sábado (2)

Julia Sabbaga e Camila Sousa
02.11.2019
14h35

Steve Ditko é um dos maiores nomes da história dos quadrinhos. Cocriador de personagens importantes da Marvel, como Homem-Aranha e Doutor Estranho, o artista fez história ao na indústria e deixou seu nome marcado para sempre no coração dos fãs. 

Ditko morreu em junho de 2018, mas sua arte permanece viva através de heróis que ganham cada vez mais espaço no cinema, na TV e nos quadrinhos. Na data em que o artista completaria 92 anos, relembramos suas criações mais icônicas:

Homem-Aranha

Steve Ditko será relembrado por diversas de suas criações, mas uma das maiores é definitivamente o Homem-Aranha. Concebido em parceria com Stan Lee, o personagem teve suas principais características criadas por Ditko - o traje, o lança-teias e o sinal aranha – e sua primeira aparição aconteceu em 1962.

Duende Verde

Ditko também é o nome por trás de diversos personagens secundários de Homem-Aranha e, junto com Stan Lee, também criou um dos maiores inimigos do aracnídeo, o Duende Verde, alter ego psicótico de Norman Osbourne. Sua primeira aparição aconteceu em 64.

Gwen Stacy

Ditko não só criou heróis e vilões como também é o nome por trás de personagens de peso como Gwen Stacy e John Jonah Jameson, frequentes aparições em histórias do Homem-Aranha. Stacy deu as caras pela primeira vez em 1965 e se tornou a namorada do herói, antes de ser morta pelo Duende Verde em 1973.

Doutor Estranho

Outra das mais relembradas criações do ilustrador foi Doutor Estranho, um dos seres mais poderosos do Universo Marvel. Também em parceria com Stan Lee, o personagem fez sua estreia em 63, na HQ Strange Tales. O herói é aclamado pelo visual inovador e imagens mais psicodélicas e surrealistas.

Capitão Átomo

O Capitão Átomo foi criado por Ditko em parceria com o roteirista Joe Gill em 1960, para Charlton Comics e, posteriormente, foi adquirido pela DC. O personagem era um funcionário militar que, após ser “atomizado” por um experimento científico, ganhou poderes sobre-humanos.

Questão

Questão foi o último super-herói criado na editora Charlton, e foi adquirido pela DC na década de 80, onde ganhou seu próprio título. Originalmente aparecendo nas histórias do Besouro Azul, o vigilante é a criação de Ditko mais associada as suas próprias filosofias, onde ele refletia sua crença no objetivismo, teoria que diz que realidade existe independentemente da consciência.

Rapina e Columba

A dupla de irmãos Rapina e Columba foi criada por Ditko em parceria com Steve Skeates em 68, já para a DC Comics. O interessante da criação dos dois é que a dupla era uma oposição entre si, sendo Rapina agressivo e Don, o pacífico. Os nomes faziam referência a divisão de políticos norte-americanos, os “gaviões” e os “pombas”.

Rastejante

Também em 68, Ditko criou na DC o Rastejante, alter ego de Jack Ryder, um apresentador de TV que acredita na integridade jornalística acima de tudo, e adquire super-força, agilidade e o poder de cura.

Garota Esquilo

A Garota Esquilo é uma das criações mais recentes e curiosas de Ditko, e tem o poder de se comunicar com os esquilos de toda a Terra, além de ser dotada de supervelocidade e força sobre-humana. A personagem foi apresentada pela primeira vez em janeiro de 1992 e criada em parceria com Will Murray.