HQ/Livros

Notícia

Saiba detalhes (e revelações) do caso Capitão América

Se você não se importa com os spoilers, divirta-se

Érico Assis
09.03.2007
00h00
Atualizada em
02.11.2016
06h02
Atualizada em 02.11.2016 às 06h02

"O Capitão América, Steve Rogers, está morto."

Foi a declaração oficial da Marvel sobre Captain America #25, edição lançada ontem nos EUA, que mostra o herói sendo baleado no estômago e declarado morto na chegada ao hospital. A edição termina com o corpo de Rogers na maca - um olho sem vida, o braço caído para o lado.

1

None

O acontecimento foi notícia mundial, a partir de uma boa campanha publicitária da Marvel. Jornais dos EUA deram destaque à notícia, alguns até tratando-a como metáfora para a situação atual do país - as críticas ao presidente Bush, a interminável guerra no Iraque, os conflitos internos em torno de questões políticas e religiosas... A morte do Capitão, um símbolo do país, pode ser uma reflexo de tudo isso.

Na edição lançada ontem, o Capitão está sendo levado ao Tribunal de Nova York após ter se entregue deliberadamente para ser preso no final da minissérie Civil War. Na escadaria da entrada do tribunal, percebe a mira laser de um atirador em um dos soldados que o escolta. Não consegue evitar o tiro, e é atingido no ombro. Cria-se uma confusão entre todo o povo presente na cena e, no meio da balbúrdia, alguém aproxima-se de Steve Rogers e lhe dá três tiros na barriga.

É Sharon Carter quem tenta salvá-lo e acompanha-o na ambulância. No caminho, o Capitão ainda consegue dizer "Sharon... tão linda... você... tira meu... fôlego...".

Na cena final, em que uma agente inimiga entra no banheiro do hospital em que Sharon está chorando, dá-se a entender que foi a própria Sharon quem deu os tiros na barriga do Capitão, manipulada pelos vilões Caveira Vermelha e Doutor Faustus...

A série do Capitão continua. Antes da edição 26, que só sai em maio, a Marvel programou uma série de especiais ligados à morte. Civil War: The Confession, na semana que vem, mostrará os momentos finais do herói. Em abril e maio, sai a coleção de especiais Fallen Son - que já tinha sido anunciada, mas não com seu nome completo: Fallen Son: The Death of Captain America.

As cinco edições, escritas por Jeph Loeb e desenhadas pelos melhores artistas da Marvel, mostrarão os cinco estágios do luto, representados por heróis: Wolverine-Negação, Novos Vingadores-Raiva, Capitão América-Barganha (que pode mostrar quem será o próximo Capitão América), Homem Aranha-Depressão e Homem de Ferro-Aceitação.

Morte nos quadrinhos, como todo fã sabe, é sempre algo complicado. A própria série do Capitão é um bom exemplo disso - há poucos anos, seu parceiro Bucky reapareceu após décadas sendo considerado um dos poucos personagens Marvel que nunca retornaria do túmulo. O estardalhaço em torno da morte de um personagem é um recurso para impulsionar as vendas, e os escritores sempre deixam uma carta na manga para explicar como fomos "enganados" quanto à morte.

A história da "morte do Capitão América", portanto, certamente ainda não acabou.