Capa alternativa de Rorschach, por Jae Lee

Créditos da imagem: Rorschach #01/DC Comics/Divulgação

HQ/Livros

Notícia

Rorschach | Tom King se desculpa publicamente com Jae Lee após polêmica

"Cometi um erro grave", reconheceu o autor em comunicado

Arthur Eloi
29.07.2020
15h06

Autor de uma vindoura HQ derivada de Watchmen, Tom King criou polêmica recentemente ao descobrir que sua minissérie Rorschach terá capa alternativa por Jae Lee, artista com relação ao Comicsgate - grupo que comanda uma campanha contra diversidade e ideias progressistas nos quadrinhos dos Estados Unidos. O problema é que Lee afirmou sequer saber do que se trata o movimento, e foi associado erroneamente. Agora, King pediu desculpas publicamente pelo alvoroço.

Assim como fiz de forma privada, gostaria de me desculpar publicamente à Jae Lee por minhas ações há alguns dias”, falou Tom King [via Bleeding Cool]. “Deveria ter falado com Jae antes de enviar um tweet sobre ele, colocando sua carreira em risco. Cometi um erro grave, e me desculpo profundamente. Farei o que eu puder para me acertar com Jae, e serei melhor no futuro. Não oferecerei explicações porque vão soar como justificativas, e não estou pedindo perdão ou compreensão. Apenas estou dizendo que reconheço o que fiz, e vou tentar compensar. Obrigado. [...] Deixei os tweets até agora para demonstrar que não estou escondendo minhas ações. Agora eu irei deletá-los.

Lee colaborou em algumas ocasiões com autores ligados ao Comicsgate. É de Lee, por exemplo, a capa alternativa de Cyberfrog 2: Rekt Planet, HQ de uma das figuras mais conhecidas do Comicsgate, o quadrinista Ethan Van Sciver. Mais tarde, Jae Lee explicou que sequer sabia do movimento quanto topou colaborar com seu antigo colega, e que recusaria após descobrir as mensagens propagadas pelo grupo.

Rorschach, por King e Jorge Fornés, trata do personagem de Watchmen 35 anos depois da minissérie. O número 1 sai em outubro nos EUA.