Revista MAD deixará de publicar conteúdo original a partir de outubro

Créditos da imagem: Divulgação/DC Comics

HQ/Livros

Notícia

Revista MAD deixará de publicar conteúdo original a partir de outubro

Título seguirá com republicação de material clássico

Gabriel Avila
04.07.2019
15h25

Após o surgimento de rumores a respeito do fim da Revista MAD, a editora Allie Goertz utilizou sua conta no Twitter para esclarecer a situação a respeito da publicação. Após o lançamento dos dois próximos números, que ainda contam com conteúdo original, a revista passará a publicar material antigo com novas capas. Goertz afirmou que não está satisfeita com a decisão, mas acredita que os assuntos já retratados pelo título podem se tornar pertinentes novamente:

"Embora não haja novo material após a edição #10, @MADmagazine não acabou. Acho profundamente triste saber que não haverá conteúdo inédito, mas sabendo que a história se repete, não tenho dúvida que o conteúdo antigo será altamente (se não tragicamente) relevante."

Allie Goertz ainda relembrou seu tempo à frente da publicação com carinho, enaltecendo grandes artistas que passaram pela MAD:

"Trabalhar na MAD foi um sonho se tornando realidade. É uma instituição com uma história rica. Ela mostrou a mim (e provavelmente a você) todo comediante e roteirista para se inspirar. Trabalhei com ÍCONES. Visitas de Sergio Aragonés eram comuns. Al Jaffee ainda faz as dobradinhas!"

Criada por William Gaines e Harvey Kurtzman na década de 1950, a MAD é uma das mais importantes publicações voltadas ao humor. Conhecida por seu humor ácido que satirizava tanto obras da cultura pop quanto acontecimentos sociais, o título foi um celeiro de grandes artistas como Aragonés, Don Martin, Dave Berg, Antonio Prohías, Peter Kuper e Wally Wood. No Brasil, a revista foi publicada pelas editoras Vecchi, Record, Mythos e Panini.