As rosas de berlim

Créditos da imagem: Devir/Divulgação

HQ/Livros

Notícia

Nemo: As Rosas de Berlim mostra cidade vivendo o terror do totalitarismo

Segundo volume do derivado de A Liga Extraordinária será lançado este mês pela Devir

Fábio de Souza Gomes
25.10.2018
13h39
Atualizada em
25.10.2018
14h07
Atualizada em 25.10.2018 às 14h07

A Devir lança este mês Nemo: As Rosas de Berlim, segundo livro da Trilogia Nemo de Alan Moore e Kevin O’Neil. A HQ é um derivado de A Liga Extraordinária e continua as aventuras de Nemo em uma cidade assombrada por pesadelos mecânicos e pelo totalitarismo. Confira:

Dezesseis anos atrás, a famosa pirata científica Janni Nemo se aventurou nos recônditos gelados da Antártida para superar os feitos de seu pai em meio a uma tempestade de loucura e quase perdeu seu Nautilus e a própria vida.

Agora é 1941 e, com sua filha Hidra casada com Armand Robur, o filho do famoso terrorista aeronauta, Janni criou uma aliança estratégica muito vantajosa, mas ainda tem contato restrito com o poderio militar de Adenoide Hynkel, o insano ditador germano-tomaniano.

Porém, ao descobrir que seus entes queridos tornaram-se reféns na assustadora Berlim, arainha-pirata não tem outra escolha senão intervir diretamente, viajando até o coração da metrópole bestial. Lá ela enfrentará criminosos, monstros e lendas, incluindo os notórios "Heróis do Crepúsculo", a contraparte teutônica da Liga Extraordinária de Mina Murray. E ao final dessa lista de adversários, Janni encontrará algo ainda pior.