J. K. Rowling devolve prêmio após polêmica

Créditos da imagem: Vadim Ghirda/Pool/AFP

HQ/Livros

Notícia

J. K. Rowling devolve prêmio após polêmica com a comunidade trans

Escritora da saga Harry Potter recebeu o Ripple of Hope Award em 2019

Gabriel Avila
28.08.2020
11h32
Atualizada em
28.08.2020
12h20
Atualizada em 28.08.2020 às 12h20

J. K. Rowling, autora dos livros da saga Harry Potter, decidiu devolver o prêmio Ripple of Hope (Onda de Esperança, em tradução livre) após a polêmica causada por seus comentários sobre pessoas transgênero. Criada pela fundação Robert F Kennedy Human Rights, a premiação é voltada a pessoas que “demonstraram compromisso com mudanças sociais”.

Em um comunicado oficial, a escritora afirma que considerou “incorreto” o posicionamento de Kerry Kennedy, presidente da fundação RFKHR, que a chamou de transfóbica e a considerou “responsável por machucar pessoas trans”. Rowling fez questão de relembrar que é uma antiga doadora de caridades voltadas à comunidade LGBT e sempre apoiou o direito de pessoas trans de viver livre de perseguição, mas reafirmou algumas de suas posições justificando sua luta é pelo direito das mulheres.

Por fim, Rowling afirmou que discorda da posição da RFKHR a respeito do debate entre os direitos das mulheres e direitos das pessoas trans e por isso decidiu devolver o prêmio. “(...) Nenhum prêmio ou designação, não importa minha admiração pela pessoa que o recebeu, significa tanto para mim que eu perderia o direito de seguir as regras de minha própria consciência”, concluiu.

Entenda o caso

Rowling foi acusada de transfobia, depois de fazer comentários polêmicos no Twitter sobre uma matéria que dizia "pessoas que menstruam" em vez de "mulheres". O texto tinha a intenção de ser inclusivo, isto é, considerar também as mulheres trans. Mas, para a autora de Harry Potter, a identidade de gênero das pessoas - isto é, se a pessoa se identifica como homem, mulher ou não-binária - é definida exclusivamente pelo sexo biológico, apagando portanto a existência da população trans.

Os comentários repercutiram e muitos nas redes sociais. Muitos fãs se disseram decepcionados com Rowling a ponto de alguns brincarem que ela não era mais a criadora do Universo Bruxo, mas sim celebridades como Shakira Kylie Minogue