HQ/Livros

Notícia

Geoff Johns ataca leitores e críticos de Superboy em HQ

Adventure Comics #4 contém desabafo metalinguístico

Érico Assis
27.11.2009
14h00
Atualizada em
19.01.2017
07h00
Atualizada em 19.01.2017 às 07h00

O escritor Geoff Johns lançou um comentário nem um pouco disfarçado contra os críticos do personagem Superboy-Primordial e contra os fãs de quadrinhos na Internet em geral, na ultima edição da série Adventure Comics.

Como revelado na saga Crise Infinita, Superboy-Primordial seria o habitante da nossa Terra, e um leitor de quadrinhos de Superman, que, por conta da Crise nas Infinitas Terras, acaba ganhando os poderes de Superboy. Ele se torna o principal vilão de Crise Infinita, em uma complicada história sobre conflitos temporais e realidades alternativas. Após a saga, ele continuou aparecendo no Universo DC atual.

Adventure comics

None
Adventure Comics #4

Fãs até hoje reclamam da impenetrabilidade ou da implausibilidade, mesmo para os padrões do complexo Multiverso DC, de Crise Infinita. Superboy Prime, como é conhecido em inglês, ficou marcado como o símbolo de tudo o que estava errado na saga.

As descrições abaixo contêm spoilers.

Adventure Comics #4, lançada este mês nos EUA, começa metalinguisticamente com Superboy Primordial, ainda adolescente em seu quarto, lendo a própria Adventure Comics #4 e reclamando que não sabe o que vai acontecer com ele mesmo. Ele sai em busca da edição 5, invadindo uma comics shop, onde o dono recomenda a ele procurar spoilers na Internet.

O personagem é interrompido por Alexander Luthor, ressuscitado como um dos Lanternas Negros - a edição faz parte do crossover Blackest Night, no qual personagens mortos renascem como vilões. É Luthor quem acaba lendo o que Superboy estava pesquisando na Internet.

"Esta caixa. Ela canaliza todo o ódio do povo neste planeta. E você continua a despertar muito ódio entre eles, Primordial. Eles odeiam mesmo você?", pergunta Luthor. Ao longo da luta que se segue, Luthor fica lembrando Superboy que todos o odeiam.

A edição está sendo interpretada como uma forma de Johns extravasar todas as críticas negativas que engole por seu trabalho recente na DC. Mesmo sob o ataque constante, grande parte dos leitores e dos críticos considera o escritor o principal nome do Universo DC atual, em destaque principalmente por suas histórias com o Lanterna Verde.

Leia mais sobre Geoff Johns