HQ/Livros

Lista

Deadpool 2 | Por que a citação do Mojoworld é tão importante no filme

Realidade paralela das HQs é mencionada pela primeira vez no cinema

Marcelo Hessel
21.05.2018
12h41
Atualizada em
21.05.2018
18h01
Atualizada em 21.05.2018 às 18h01

"Venho de um mundo que é similar a este mas lá nós somos melhores do que vocês, em tudo", diz Shatterstar na sua entrevista de emprego para integrar a X-Force em Deadpool 2. Essa menção ao Mojoworld passa rápido, mais como um easter egg, mas não deixa de ser marcante: é a primeira vez nos filmes dos X-Men que se faz uma referência a um dos planetas de dimensão paralela saídos dos quadrinhos dos mutantes.

Mas o que é o Mojoworld e o que o torna tão especial assim? Na galeria abaixo, listamos os principais fatos sobre Shatterstar, o Mojoverso, e como Mojo pode aparecer no cinema - caso a Fox (e eventualmente a Disney) decida utilizar o clássico vilão nas telonas.

 

Shatterstar

No filme, Shatterstar não tem muita oportunidade de mostrar seus dons. Nas HQs, ele vem do futuro do Mojoworld, um século à frente do nosso presente. Criado para ser um escravo, ele foi geneticamente modificado para ser um gladiador nas arenas televisionadas do Mojoworld, e foi nesses combates que desenvolveu seu senso de honra e orgulho. Shatterstar tem fator de cura acelerado, pode gerar ondas de choque e, com suas espadas, abrir portais para se teleportar. Com aliados, ele se rebela e deixa as arenas do vilão Mojo, e ao viajar no tempo e no espaço acaba encontrando os X-Men na Terra.

X-Force

Assim como em Deadpool 2, Shatterstar integrou a X-Force, embora tenha surgido nas HQs dos Novos Mutantes, em 1991, pelo desenhista que criou o mercenário, Rob Liefeld. A vínculo dele com a equipe se deu quando Shatterstar viajou no tempo e no espaço e parou na Terra justamente quando Cable reorganizava os Novos Mutantes para formar a X-Force. Com a promessa de que os seus novos aliados o ajudariam a derrotar Mojo, Shatterstar se tornou então um dos membros fundadores da X-Force. Em 2005, o personagem estrelou uma minissérie própria dentro da equipe, X-Force: Shatterstar. 

Mojoworld

Antes de se tornar um elemento das séries dos X-Men, o vilão Mojo e seu Mojoverso foram criados para ser os antagonistas da minissérie que introduziu, em 1985, o novo mutante Longshot. O planeta Mojoworld da dimensão Mojoverso é similar à Terra (eles têm, por exemplo, o "Mojomas", versão do nosso Christmas, o Natal), mas se diferencia por seu caráter distópico: nesse mundo todos são viciados nas batalhas de gladiadores transmitidas pela TV. A criação da roteirista Ann Nocenti foi influenciada por pensadores de comunicação, capitalismo e cultura de massa, como Marshall McLuhan e Noam Chomsky.

Mojo

O alien Mojo é um dos Sem Espinhas, as criaturas invertebradas que habitam o Mojoverso e que usam tecnologia avançada de plataformas mecânicas com pernas para se locomover. Senhor de escravo nas arenas do Mojoworld, Mojo caça espécimes para seus jogos, e foi concebido como uma paródia dos magnatas de comunicação que mandam em redes de TV, um vilão louco por poder e audiência. Ele formatou o Mojoworld à sua maneira e, por conta das transmissões de ondas que levavam o sinal da TV por dimensões paralelas, a visão que o Mojoworld fazia da nossa Terra chegava a eles distorcida.

Na TV

O Mojoworld foi aproveitado nas séries animadas dos X-Men com sua premissa clássica: Mojo caça mutantes na Terra para suas arenas de gladiadores e os X-Men precisam se livrar. Isso já acontece na série animada dos anos 1990, em que Mojo tinha a capacidade de disparar lasers por um canhão instalado na ponta do seu rabo mecânico. Ele voltaria depois em Wolverine and the X-Men e na animação Avengers Assemble, em que Mojo usava uma simulação virtual para esconder sua verdadeira aparência.