Capitão América

Créditos da imagem: Marvel/Divulgação

HQ/Livros

Notícia

Criador do Capitão América ficaria ‘enojado’ com associação a Trump, diz filho

Neal Kirby disse que atual presidente americano não compartilha das qualidades do herói

Guilherme Machado e Érico Assis
15.01.2021
15h15
Atualizada em
15.01.2021
16h09
Atualizada em 15.01.2021 às 16h09

Neal Kirby, filho de Jack Kirby, co-criador do Capitão América, condenou pessoas que invadiram o Capitólio dos Estados Unidos na última semana usando símbolos do herói da Marvel. Em um comuncaido enviado ao jornalista Jake Tapper, da CNN, ele declarou que o pai ficaria enojado com a associação entre o herói e o que aconteceu, e criticou duramente o presidente Donald Trump.

Em uma longa declaração, Neal defendeu que o atual presidente estadunidense não compartilha das qualidades do herói, dizendo ainda que "o Capitão América é a antítese de Trump".

Confira a íntegra da nota de Neal Kirby:

"Foi meu pai, Jack Kirby, junto ao colega Joe Simon, que criaram o Capitão América em 1941. Talvez o símbolo mais icônico do patriotismo desde o “Espírito de 1776”, o Capitão se sustenta como símbolo e protetor da nossa democracia e do estado de direito há 79 anos. Ele foi criado por dois judeus de Nova York que odiavam nazistas e odiavam tiranos. O Capitão América defendia os pé-rapados e, conforme a história, antes mesmo de ganhar força e agilidade dos cientistas do exército, ele sempre representou dignidade e nunca desistiu.

Aos 72 anos, tenho memórias muito intensas de cada distúrbio político e cultural desde a revolução cubana nos anos 1950. Se você somar as histórias que o meu pai contava, eu consigo pintar os campos de batalha do norte da França, nos arredores de Metz, na Segunda Guerra. Mas são os fatos que transcorreram na capital do nosso país em 6 de janeiro, uma insurreição fomentada pelo nosso presidente, que vão me assombrar para sempre.

Enquanto eu assistia a um dos vídeos horripilantes do ataque ao Capitólio, achei que tinha visto uma camiseta do Trump de Capitão América! Fiquei chocado e envergonhado. Acho até que eu vi alguém com o escudo do Capitão. No Google, encontrei rápido o Trump Capitão em camisetas, cartazes, até numa bandeira! São imagens nojentas, infames. O Capitão América é a antítese de Trump. Enquanto o Capitão é abnegado, Trump só age em causa própria. Enquanto o Capitão luta pelo nosso país e pela democracia, Trump luta pelo próprio poder e pela autocracia. Enquanto o Capitão América está do lado da pessoa comum, Trump defende os poderosos, os privilégios. Enquanto o Capitão América é corajoso, Trump é um covarde. Não há como os dois serem mais diferentes.

Meu pai, Jack Kirby, e Joe Simon, criadores do Capitão América e veteranos da Segunda Guerra, ficariam enojados com essas imagens. Elas são uma ofensa à memória dos dois.

Se Donald Trump tivesse as qualidades e o caráter do Capitão América, a Casa Branca seria símbolo da verdade e da integridade, não um esgoto purulento de mentira e hipocrisia.

Tivemos vários presidentes com os mesmos valores do Capitão América. Não é o caso de Donald Trump".

Capitão América foi criado em 1941 por Joe Simon e Jack Kirby. 

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.