HQ/Livros

Artigo

CCXP 2017 | Como uma fanart de Jovens Titãs criou uma tendência de cosplay no evento

Repaginada visual dos heróis pelo desenhista brasileiro Gabriel Picolo marcou presença

Arthur Eloi
08.12.2017
13h42
Atualizada em
09.12.2017
00h02
Atualizada em 09.12.2017 às 00h02

A CCXP - Comic Con Experience é um ótimo momento para observar o surgimento e crescimento de novas tendências no mundo nerd, tanto nos produtos que voam das lojas como também nos cosplays de personagens que dominam as telas e corações do público. Mas e quando uma tendência dessas surge de fanarts na internet?

Ande pelos corredores do evento e é bem provável que você encontrará cosplays um pouco diferentes dos Jovens Titãs, especialmente de Estelar e Ravena. O visual não é da DC Comics, e sim do ilustrador brasileiro Gabriel Picolo.

Com forte presença no Twitter e no Instagram, Picolo é o autor por trás do design casual dos heróis. Ao invés das capas e collants tradicionais da animação, as garotas utilizam roupas cotidianas, como camisetas e jaquetas com referências nostálgicas que qualquer jovem-adulto tem no armário. "Eu sou fascinado por essa estética dos anos 90. Fiz questão de colocar isso nessa repaginada, é uma coisa muito minha", explica o desenhista.

O ilustrador diz que a ideia de alterar o visual da equipe veio da insatisfação com a forma como eles são utilizados nas páginas dos quadrinhos oficiais. "Uma coisa que eu sinto nos Jovens Titãs e que eu não vejo nos outros heróis da DC é que eles não são heróis 'completos'. Como eles são adolescentes, eles não são a Liga da Justiça ou lendas vivas andando por ai com superpoderes. Por mais que eles tenham poderes e sejam heróis, eles também têm esse lado adolescente. Muitas vezes eu sinto que a DC não explora isso."

"Já que, como fã, achei que estava faltando, fui lá e fiz. Imaginei cada um do time original como se fossem millennials, adolescentes de agora, pensando em como eles se vestiriam, nas coisas que eles gostariam de fazer."

Resgatar essa identidade clássica dos personagens também parece ser o motivo por trás do enorme sucesso que Picolo encontrou na internet. "Acabei atingindo muita gente que sentia falta dos Jovens Titãs, que estavam insatisfeitas. O Cartoon Network trocou o desenho antigo pelo Teen Titans Go!, que é muito mais infantil. Muita gente que gostava do antigo não se identifica com o novo, e acabou achando no meu trabalho um oásis para ver como os personagens ficariam crescidos. Toda vez que eu publico algo dos Jovens Titãs, o post que estoura. Fico muito feliz porque é algo que eu gosto e acaba encontrando muita gente com esse gosto em comum."

As cosplayers Camila Silva (esq.) e Michele Martinoso de Estelar e Ravena, mas na versão de Picolo

Os fãs parecem concordar com o artista. Maria Luíza, que fazia cosplay de Estelar ao lado de Gabriel, seu namorado vestido de Robin, também afirma que o resgate da personalidade da animação antiga é o que torna os novos visuais tão atrativos. "Ele trouxe de volta os Jovens Titãs que a gente conhecia. Têm várias versões diferentes, mas não daquele jeitinho e com aquelas personalidades. Muda muito nos diferentes universos das várias HQs, então o Picolo acabou resgatando a sensação que nós tinhamos com os personagens do desenho que a gente assistia. É isso que torna tão atrativo para mim."

Colocar os personagens em roupas mais comuns também criam uma ligação mais forte entre eles e o público, segundo a cosplayer Michele Martinoso, que se vestiu de Ravena. "A gente consegue se relacionar com eles. São roupas que nós também usaríamos, nós olhamos e pensamos 'Sou eu! Eu posso me vestir assim porque também é o meu estilo' [...] Até porque no final do dia a gente não vai andar por aí de collant e cintinho de pedrinha - só na CCXP mesmo - mas usar coturno e jaqueta é algo que todo mundo usa, então isso nos aproxima dos personagens."

Picolo dá autógrafos e recebe os fãs na mesa G23/24 do Artists Alley

Como é ver sua criação ditando tendência em um evento tão grande como a CCXP? "É o seu desenho tomando forma. Mesmo na Spoiler Night tinha duas cosplayers vestidas exatamente como a Ravena e a Estelar, com as mesmas roupas que elas usam na capa da minha zine. Encontrá-las foi literalmente ver meu desenho ganhando vida. Fiz questão de tirar foto delas. Hoje já apareceram mais cosplayers e tirei fotos com todos pois eu amei ver a coisa tomando forma, sabe?", diz Picolo.

Com mais de 1 milhão de seguidores nas redes sociais e desenhos que percorrem o mundo todo via Instagram, Tumblr e mais, é possível ver um futuro onde Picolo levaria sua visão dos Jovens Titãs para HQ oficiais.

"Meu trabalho dos sonhos no momento é repaginar os Jovens Titãs para DC Comics, nem que seja uma edição fora do universo atual. Queria muito fazer algo oficial com eles, mas provavelmente fazendo uma parceria com um roteirista. [...] Eu não confio em mim mesmo como roteirista. Nos desenhos que eu faço dos Jovens Titãs, tenho mini-enredos e pequenas histórias planejadas, mas não colocaria isso numa HQ porque eu poderia acabar com a forma como a história é organizada. Não boto fé no meu papel como roteirista mas sim como ilustrador, mas adoraria."

Com prints de Jovens Titãs e Stranger Things, a mesa de Picolo é uma das mais visitadas do Artists Alley

Enquanto isso não acontece, o artista promove seu primeiro trabalho com comics - que serviu como uma espécie de curso intensivo. "TIMED foi meu primeiro projeto de HQ, fiz no começo desse ano - em agosto, se eu não me engano. É da editora italiana Shockdom, que agora estão com uma unidade no Brasil, e são três livros feitos por artistas diferentes mas que se passam no mesmo universo. Gostei muito, e aprendi bastante fazendo esse projeto! Estou ansioso para ver como vão tocar para a frente, não posso dar muitos spoilers mesmo já sabendo de algumas coisas. Foi um aprendizado, gostei muito de trabalhar com roteirista porque, dos vários roteiros que eu já peguei, o dele foi mais minuciosos e detalhados. Como eu estava bem perdido nessa coisa de HQ, me ajudou muito."

A CCXP - Comic Con Experience 2017 acontece entre os dias 7 a 10 de dezembro, no São Paulo Expo. Acompanhe nossa live pelo youtube.com/omeleteve, e a cobertura completa em twitter.com/omelete, instagram.com/omelete e facebook.com/siteomelete.