Batman

Créditos da imagem: DC/Panini/Divulgação

HQ/Livros

Notícia

Batman tenta matar vilão em Guerra das Piadas e Charadas

Publicação será lançada este mês no Brasil

Fábio de Souza Gomes
07.08.2018
15h17

A Panini lança este mês no Brasil a edição 17 de Batman, publicação que encerra o elogiado arco “Guerra das Piadas e Charadas”. Na publicação, o herói revela seu segredo mais profundo para vilã – que quase matou o Charada com as próprias mãos. Confira a capa:

Na publicação, o Cavaleiro das Trevas explica que esse é o seu momento mais vergonhoso e pesado. Na HQ, Edward Nigma revela que secretamente matou o filho do Homem-Pipa – o que inspirou o vilão a entrar para o crime adotando um nome que refletia o passatempo favorito da criança.

O Homem-Pipa acaba entrando para o lado do Coringa na guerra, mas acaba traindo o Palhaço do Crime e ajuda o Batman. No fim das contas, o Charada explica que fez tudo isso (matou o filho, orquestrou a traição do Homem-Pipa e perdeu a guerra) para fazer o Coringa rir, como se fosse uma piada – que não tem graça nem para o vilão, nem para o herói.

Nesse momento, o Batman entende que a única coisa que pode fazer é matar o Charada e tenta esfaqueá-lo. “Não foi um acidente, eu achava que não ia falhar, eu não estava fora de controle. Eu sabia exatamente quem eu era e o que estava fazendo. Eu sabia da escolha que havia feito”, afirma.

Ele só é impedido pelo Coringa, que faz Bruce refletir sobre o seu papel em Gotham. Ele, então, entende que sua regra de “não matar” não está dentro dele, mas, sim, forças externas que o impedem de cruzar essa linha. Ele não é a solução do problema, apenas mais um pedaço que mantém a máquina de Gotham andando.

Ao final da história, Selina Kyle conhece um lado que nunca havia visto de Bruce Wayne e, por isso, decide aceitar o pedido de casamento.