HQ/Livros

Notícia

A volta de <i>Sandman: Teatro do Mistério</i>

A volta de <i>Sandman: Teatro do Mistério</i>

Marcus Vinícius de Medeiros
11.08.2005
00h00
Atualizada em
17.11.2016
07h06
Atualizada em 17.11.2016 às 07h06
Foi anunciado na Wizard World Chicago o retorno de um dos mais cultuados títulos da Vertigo, Sandman: Máscara do Mistério. O lançamento ocorrerá em 2006 numa minissérie em cinco partes intitulada Sleep of Reason, escrita por John Ney Rieber e desenhada por Eric Nguyen, com capas de Tim Bradstreet.

A série original contava as aventuras do Sandman da Era de Ouro dos Quadrinhos, Wesley Dodds, numa espécie de revista pulp dos anos 30 mesclada ao realismo cruel dos anos 90. Nela destacaram-se os roteiristas Matt Wagner e Seaven T. Seagle, e o desenhista Guy Davis. Já acostumado à linha Vertigo, para a qual escreveu Os Livros da Magia, Rieber contou sobre a gênese do projeto ao site Newsarama. "O conceito da história era tão forte que eu senti que não tinha escolha. A inspiração inicial não me atingiu do nada - atingiu um amigo meu, Kevin Brogan. Ele é um feroz partidário da A.C.T.O.R., uma organização que trabalha para honrar e ajudar os criadores que nos deram as histórias que definiram os quadrinhos. Em 2002, estávamos conversando sobre como a mídia de massa e os quadrinhos abordam eventos atuais - guerras, especificamente - e como não o fazem. Kevin sugeriu que não seria preciso olhar muito longe para dar um razão para uma versão contemporânea do Sandman da Era de Ouro usar a máscara de gás".

O roteirista explicou então que sua minissérie apresentará um novo personagem, sendo passada em dois momentos distintos, além do Reino dos Sonhos. "Wesley não é o único Sandman na história. Esse primeiro arco - que eu espero que não seja o último - é a história da passagem do bastão. O novo Sandman nunca encontra o original fora dos sonhos. Mas herda seu legado, inclusive os pesadelos. Seu nome é Kieran Marshall. Eu quis contar a história de um herói que nunca quis ser herói. Alguém que teve de ser subjugado, quebrado, dilacerado e que precisou enfrentar a provação do destino - destruído, realmente - para ter seu potencial despertado. Alguém que teve de perder sua aparente humanidade para se tornar realmente humano. Eu também quis escrever uma história que forçasse um personagem a experimentar a guerra - e a maldade - por uma vasta gama de perspectivas".

Provavelmente um dos relançamentos mais promissores anunciados recentemente, Sleep of Reason parece ter todos os ingredientes para agradar os amantes de uma abordagem adulta sobre super-heróis tradicionais e dar novo fôlego à linha de quadrinhos adultos da DC Comics.