HQ/Livros

Lista

5 melhores momentos do Soldado Invernal nos quadrinhos

Sacrifício, transformação em um assassino e mais

Fábio de Souza Gomes
24.05.2018
19h05

Sebastian Stan, o intérprete do Soldado Invernal, foi confirmado na CCXP 2018. Nos quadrinhos, o personagem teve uma grande jornada começando como um simples ajudante do Capitão América, passando para um assassino do governo russo até chegar em um herói digno de usar o escudo do herói.

Bucky Barnes conta com diversas histórias clássicas e aventuras que marcaram época. Confira cinco melhores histórias do coadjuvante/vilão/herói:

Primeira aparição

O garoto foi inspirado em um amigo de Joe Simon, co-criador do personagem, chamado Bucky Pierson. Ele estreou junto com o Capitão América na primeira HQ do herói em 1941 e funcionava como seu ajudante, uma espécie de Robin do Capitão. Eles lutaram juntos contra os nazistas até o fim da guerra, mas acabou esquecido com o passar dos anos. 

“Morte”

A morte do garoto foi revelada na edição 56 de Vingadores, onde o Capitão América relembra a última aventura ao seu lado. No final da guerra, o Barão Zemo rouba uma avião e consegue capturar e prender os heróis em um foguete. Pouco antes de ser lançado, eles escapam, mas veem que o avião de Zemo foi lançado e tem potencial de matar várias pessoas. Bucky consegue se pendurar no avião, enquanto o Capitão cai no mar. O corpo de Bucky não foi encontrado e Rogers acreditou na morte de seu ajudante.

Soldado Invernal

Apesar de ter sido dado como morto na explosão do avião, pouco tempo depois é descoberto que o corpo do herói foi “resgatado” por cientistas russos e ele passou por uma lavagem cerebral, tornando-se o assassino Soldado Invernal. Inicialmente, fãs reclamaram dessa mudança, porém ela foi tão significativa que foi uma verdadeira reinvenção do personagem, dando origem inclusive ao segundo filme solo do Capitão América.

Capitão América

Bucky Barnes utilizou o manto do Capitão algumas vezes, mas a mais icônica aconteceu após o arco Guerra Civil – quando Steve Rogers acaba morrendo pouco tempo depois no epílogo A Morte do Capitão América. O desejo do herói era que o Capitão América continuasse vivo como um símbolo e Bucky acabou assumindo o uniforme. Ele conta com diversas aventuras ao lado da Viúva Negra e utiliza a força de seu braço esquerdo metálico para segurar o escudo com mais firmeza. Com o tempo, ele acaba sofrendo com a pressão de assumir o papel do herói e eventualmente Steve Rogers retorna e reassume o escudo.

Gulag

Uma das melhores HQs envolvendo Bucky foi escrita por Ed Brubaker. Após o Barão Zemo fazer a opinião pública acreditar que ele não é digno do escudo do Capitão, o herói é acusado de seus crimes como o Soldado Invernal e é enviado para uma cadeia na Rússia onde é preso por justamente um crime que não cometeu. Mesmo sabendo que é capaz de escapar, ele tenta acreditar que a justiça prevalecerá e ele sairá da prisão como um homem inocente. Cercado por inimigos, ele eventualmente escapa e a Viúva Negra o ajuda a descobrir que os dois cidadãos mortos eram agentes da KGB.