10 melhores mangás de 2019

Créditos da imagem: Divulgação

HQ/Livros

Lista

10 melhores mangás de 2019

Listamos as publicações que se destacaram no ano

Fábio Garcia
26.12.2019
20h52

Chegou a hora de fazermos um pequeno balanço sobre os mangás de 2019 e escolher quais títulos vão entrar na nossa lista de melhores do ano. Este foi um ano bem quente e repleto de novas séries, algumas com chance de crescimento e outras já consolidadas, com anime no ar e tudo mais.

Para ser justo com todo mundo, a lista está dividida em duas partes. Na primeira metade, elencamos 5 mangás que estão em publicação no Japão e bombaram por lá, e na segunda metade os escolhidos são mangás publicados no Brasil neste ano de 2019. Será que seu favorito está na lista?

Demon Slayer

Divulgação

É um pouco difícil falar dos grandes mangás de 2019 sem citar Demon Slayer (ou Kimetsu no Yaiba, caso você prefira o nome original). O mangá de Koyoharu Gotouge começou a ser publicado em 2016, mas o título sobre um garoto que caça demônios explodiu mesmo em 2019 com a exibição do anime. O sucesso foi tanto que ele conseguiu desbancar One Piece, e é a primeira vez em uma década que o Luffy é incomodado por outro mangá! Para quem ficou curioso, Demon Slayer será publicado em 2020 aqui no Brasil pela Panini.

Spy x Family

Divulgação

Esse mangá começou a ser publicado na Shonen Jump+ (uma versão digital e gratuita da Shonen Jump) e, com apenas dois volumes lançados, já é um dos mais vendidos do ano, acredita? O mangá conta a história de Twilight, um grande espião que precisa formar uma família falsa para uma grande operação de coleta de informação, mas ele não faz ideia que as pessoas chamadas para sua família também têm segredinhos: a filha é psíquica e a esposa uma assassina profissional. É uma série hilária, mas sem plano de publicação no Brasil até o momento. Ao menos dá pra ler em inglês pelo app do MangaPlus.

Kaguya-sama

Divulgação

Embora tenha sido lançado em 2015, foi o mesmo caso de Demon Slayer: o mangá explodiu de vendas com a exibição de um anime. Em Kaguya-sama, conhecemos o presidente do conselho estudantil Miyuki e a vice-presidente Kaguya. Os dois são apaixonados, mas nenhum quer ceder nesse jogo do amor. Ou seja, é uma comédia romântica na qual cada uma cria planos mirabolantes para fazer o outro se declarar. Infelizmente, sem planos de publicação no Brasil.

That Time I Got Reincarnated as a Slime

Divulgação

Histórias de isekai, aquelas em que uma pessoa é transportada para outro mundo, andam bem populares no Japão, e atualmente o "mangá do Slime" tem feito bastante sucesso. Nele conhecemos Satoru, um homem de quase 40 anos que é esfaqueado até a morte. Parece trágico, mas sua vida passa por uma grande mudança pois ele é mandado para um mundo inspirado em RPG e Satoru ressuscita como... um slime. Sim, aquele monstro mais fraco de qualquer RPG. Esse mangá deve sair no Brasil em 2020 pela Editora JBC.

The Quintessential Quintuplets

Divulgação

Outro mangá queridinho da atualidade é o tal "mangá das quíntuplas". Publicado originalmente desde 2017, a história de um rapaz que precisa escolher uma das cinco irmãs gêmeas para se casar, cada uma com uma personalidade própria. O pior é que ele escolherá uma no futuro (sabemos graças a um flashfoward), mas a dúvida é... qual delas? Com o nome adaptado de "As Quíntuplas", a Panini deve publicar essa história no Brasil em 2020.

Beastars

Divulgação

Beastars é a típica história ambientada numa escola com alunos das mais diversas personalidades, mas com uma pequena diferença: todos são animais antropormóficos, algo bem parecido com o filme Zootopia da Disney. Quer dizer, as coisas são bem menos alegres nesse mangá aqui, porque o protagonista lobo Legoshi se vê envolvido numa trama de assassinato de uma alpaca. É publicado no Brasil pela Panini e o anime deve chegar logo mais na Netflix.

O Marido do Meu Irmão

Divulgação

Feito por um autor de mangás especializado em quadrinhos pornográficos gays que agora faz histórias com conteúdo não-sexual, "O Marido do Meu Irmão" é um daqueles títulos indispensáveis para se combater preconceitos. Nele acompanhamos um japonês chamado Yaichi que começa a repensar seus valores após a morte de seu irmão e a vinda de Mike, um canadense que é o tal "marido de seu irmão". O mangá é publicado no Brasil pela Panini.

Atelier of Witch Hat

Divulgação

Uma das surpresas de 2019 foi a publicação de Atelier of Witch Hat, um mangá de traço maravilhoso sobre um mundo mágico em que a protagonista usa suas habilidades de costura para ajudar um mago. A ambientação é incrível, os personagens são muito fofos e estamos ansiosos esperando um anime dessa série. O mangá é publicado no Brasil pela Panini.

Rosa de Versalhes

Divulgação

Nem só de novidades vive o ser humano. Em 2019 a Editora JBC lançou no Brasil o clássico Rosa de Versalhes de Riyoko Ikeda, um mangá ambientado na época da revolução francesa. A autora se inspirou em personagens reais para criar um mangá épico, lindo e altamente dramático. Fique sabendo que se trata do "pai do shoujo mangá", então é um título obrigatório para se ler.

Wotakoi - O Amor é difícil para os otakus

Divulgação

Muitos brincam que otakus não se relacionam, e o mangá Wotakoi está aí para mostrar que isso é uma grande inverdade. Nesse título destinado a jovens adultos conhecemos vários personagens com seus empregos cotidianos como em qualquer outra série, mas todos têm um lado meio oculto: são todos otakus. Espere muitas referências a animes, mangás, mundo cosplay e videogame em todas as páginas de Wotakoi. O mangá é publicado no Brasil pela Panini.