Capa da coluna Pilha de Gibis

Créditos da imagem: Montagem Omelete/Reprodução

HQ/Livros

Lista

Pilha de Gibis #2 | Love Kills, Quando Você foi Embora e mais

Confira dicas de leituras de autores como Ana Cardoso, Danilo Beyruth e mais

Marcelo Forlani
24.05.2020
23h07

Estamos de volta! Continuando a saga de tentar diminuir a pilha de HQs que fica na cabeceira da minha cama separei algumas coisas que estavam ali há algum tempo, uma (Love Kills) que peguei autografada na CCXP19, uma (Odisseia da Haim) que acabou de ser lançado e já me deixa com vontade de querer saber mais. Sem mais delongas, vamos ao que interessa: 

A Odisseia de Hakim - Vol. 1 Da Síria à Turquia (Nemo), de Fabien Toulmé - 4 ovos

Capa de A Odisseia de Hakim
Divulgação

Os leitores brasileiros já são velhos conhecidos do francês Fabien Toulmé, que já teve publicados por aqui Não Era Você que Eu Esperava Duas Vidas. Agora, a mesma Nemo que lançou os livros anteriores traz o primeiro volume de A Odisseia de Hakim - Da Síria à Turquia, trilogia de reportagens em formato HQ em que o próprio autor retrata seus encontros com Hakim (nome ficctício), refugiado sírio que hoje vive na França. 

Baseado nos relatos de Hakim, Toulmé vai contando a história da Síria, os motivos que levaram à guerra civil e fizeram com que o protagonista deixasse para trás sua família e sonhos. Da mão de ferro da ditadura a torturas e incertezas, a HQ vai listando os problemas do país e nos coloca a pensar. E não se deixe enganar pelo traço caricato-fofo de Toulmé, o assunto é muito sério e pode estar mais perto da nossa realidade do que podemos imaginar. Com diz a sinopse: “Basta que seu país desmorone”. 

O segundo volume (Da Turquia à Grécia) já foi lançado na França e o terceiro (Da Macedônia à França) está prometido para 3 de junho. Esperamos que tudo isso chegue logo por aqui também. 

Love Kills (Darkside), de Danilo Beyruth - 3 ovos

Imagem de Love Kills
Divulgação

Sigo o trabalho de Danilo Beyruth desde o ótimo Bando de Dois. Além de artista excepcional, ele é sempre muito gentil em atender os fãs e por isso fiquei feliz em conseguir minha versão de Love Kills com ele no Artists’ Allley da CCXP do ano passado. A capa é linda e o acabamento da editora Darkside é impecável como sempre.

Como já era esperado, adorei a arte, cheia de sequências que já podem ir direto para um filme. O chiaroscuro funciona muito bem para uma história de terror, ajudando a dar o clima sombrio a cada virada de página. A história de Helena e Marcus começa como uma caçada (ótima analogia nas primeiras páginas) e se desenrola em uma boa HQ de aventura e horror por submundos de uma metrópole . Porém, embora tenhamos alguns elementos novos ali para estes seres imortais, a trama como um todo segue sem surpresas ou reviravoltas.

Praga de Sexta-feira Santa (independente), de Aldo Solano - 2 ovos

Capa de Praga de Sexta-feira Santa
Divulgação

História baseada em um “causo” mais ou menos real que pode ou não ter acontecido no interior de São Paulo, na pacata São Manuel, sobre um caçador que decide desafiar a folga da sexta-feira santa e sair para caçar um tatu. O estilo fanzineiro do Solano mais novo carrega ainda muito texto, mas já vai buscando uns enquadramentos diferentes. Vamos ver o que vem por aí... 

Quando você foi embora (Balão Editorial), de Ana Cardoso - 4 ovos

Capa de Quando você foi embora
Divulgação

Os cães são donos de uma sensibilidade impressionante. Sentem o clima da casa, o jeito das pessoas. Já ouvi casos de cachorros que perceberam antes de seus donos que um bebê estava a caminho. Toda esta sensibilidade canina está em Quando Você Foi Embora, de Ana Cardoso.

De uma forma tocante, a autora consegue contar sua história de uma forma cheia de carinho, amor e ternura sem apelar para a pieguice ao falar do que acontece quando o dono não está em casa. Quem tem cachorro sabe bem o que é abrir a porta já escaneando as coisas para ver o que foi destruído desta vez. Mas este é só o começo da história da Luma, a cachorrinha da capa.

Lama (Carniça Quadrinhos), de Rodrigo Ramos e Marcel Bartholo - 3 ovos

Capa de Lama
Divulgação

Com roteiro de Rodrigo Ramos e arte de Marcel Bartholo, Lama nos leva ao passado do Brasil Colônia e ao passado recente, de uma das Marianas da vida, onde o descuido com a natureza acabou com toda uma região. Quem sempre esteve por perto para proteger as águas foi Ipupiara, um primo distante do Monstro do Pântano com canto hipnotizante de sereia.

A HQ critica o desastre natural, seus culpados e também a fé cega daqueles que resolvem se proteger com religião. Nesta terra, onde plantando tudo dá, vemos que o ser humano só se preocupa com o que é seu e está acabando com sua casa, com sua Terra.