Peaky Blinders | Os fatos históricos que você precisa saber para ver o 5º ano

Créditos da imagem: Peaky Blinders/BBC/Divulgação

Netflix

Lista

Peaky Blinders | Os fatos históricos que você precisa saber para ver o 5º ano

Grande Depressão, Quem é Oswald Mosley e muito mais!

Arthur Eloi
11.10.2019
13h34
Atualizada em
11.10.2019
15h28
Atualizada em 11.10.2019 às 15h28

Por ser ambientada no período entre Guerras Mundiais, Peaky Blinders sempre referenciou eventos históricos para dar base às atividades criminosas e avanços da família Shelby. Isso ganha outro nível na 5ª temporada, que coloca o protagonista Thomas Shelby (Cillian Murphy) em várias desventuras por causa do caótico momento político e social de sua época. Para ajudar a contextualizar a temporada, listamos abaixo os eventos históricos que você precisa saber para entender tudo sobre os episódios mais recentes.

Cuidado! O quarto e último tópico da lista descreve a cena final da temporada, prossiga com cuidado.

A Grande Depressão

O primeiro capítulo abre com os negócios da Família Shelby sendo abalados por uma crise econômica nos Estados Unidos. O evento, que catalisou a Crise de 1929, teve início durante setembro daquele ano quando o preço das ações, motivado por um excesso de produção e baixo consumo, começou a cair drasticamente. Com o passar dos dias isso se tornou insustentável, levando à Quebra da Bolsa de Wall Street em 29 de outubro (conhecida de Quinta-Feira Negra, de onde o episódio tira seu nome).

A crise levou à desvalorização da moeda, baixa exportação, desemprego e pânico social. Ainda que tenha ocorrido primeiro nos Estados Unidos, suas consequências foram sentidas em quase todos os países industrializados de primeiro mundo - como o Reino Unido, onde se passa a trama de Peaky Blinders. Considerando que o valor das ações despencava desde setembro, faz sentido que Thomas Shelby tenha conseguido prever que algo ruim estava iminente. Os efeitos da Crise de 1929 foram sentidos por vários anos seguidos até o início da Segunda Guerra Mundial em 1939, período chamado de Grande Depressão. O seriado deve explorar a fundo isso nas suas próximas temporadas, mostrando o impacto do evento nos negócios dos Shelby.

Levante do Fascismo

Tratando-se do período entre guerras, é vital que a série demonstre os vários conflitos políticos e ideológicos da época. Desde a primeira temporada é estabelecido que Thomas Shelby negocia com todos, como mafiosos e comunistas. Agora, no quinto ano, ele é confrontado pela ascensão do fascismo, especialmente na figura de Oswald Mosley (vamos falar dele abaixo). 

A Crise de 1929 foi grande catalisadora para o fascismo tomar controle de países europeus como a Itália e Alemanha. Também houve forte presença no Reino Unido, ainda que não com a mesma intensidade de seus vizinhos.

Quem é Oswald Mosley?

A figura central do fascismo britânico é Oswald Mosley, interpretado no programa por Sam Claflin (Jogos Vorazes, Como Eu Era Antes de Você). A série retrata bem sua extremização, já que Mosley começa como integrante do Partido Trabalhista, se elege ao parlamento britânico mas, eventualmente, o deixa para criar sua própria organização: a União Britânica de Fascistas.

Mosley se inspirava em outros ditadores, tendo viajado para a Itália para estudar o regime fascista de Benito Mussolini e até sendo amigo próximo de Adolf Hitler (ao ponto do ditador alemão ter participado de seu segundo casamento em 1936). Ainda que tenha conseguido certa influência pré-Segunda Guerra Mundial, o início do conflito marca também uma série de fracassos e frustrações que seguiram Mosley até o fim da sua vida, exilado em Paris após ser desgraçado em seu país de origem.

Algo que a série deve explorar nas vindouras temporadas é a unidade paramilitar criada por Mosley, chamada de Camisas Negras (assim como milícia de Mussolini e a SS de Hitler), já que assim é possível criar embates entre os milicianos e os Peaky Blinders.

Tentativa de assassinato

Cuidado! Spoilers do episódio final da temporada

Quando Thomas Shelby se dá conta que Mosley está lhe manipulando para avançar sua ideologia, ele planeja assassinar o fascista durante um evento político. Mas o quanto disso realmente aconteceu?

Como recapitula o Express, Mosley de fato discursou no teatro Bingley Hall em 1934 e seu público foi considerável, com algo entre 5 mil e 8 mil pessoas presentes. De fato, seus Camisas Negras foram contratados para fazer a segurança do local. E, por fim, a cena em que Alfie Solomons (Tom Hardy) escuta ao discurso no rádio não é lá muito absurda: a BBC, por exemplo, só foi banir o político de suas transmissões no ano seguinte, em 1935, por conta de seus argumentos serem muito extremistas.

Dito isso, não há relatos de uma tentativa de assassinato naquele dia. Mosley só foi morrer de velhice em 1980, quando sua influência política já era nula.

Todas as temporadas de Peaky Blinders já estão disponíveis no catálogo da Netflix. A série já foi renovada para mais dois anos, sem previsão de estreia até o momento.