Música

Lista

Pantera Negra | 10 curiosidades sobre a inovadora trilha sonora do filme

Kendrick Lamar e Ludwig Göransson criaram composições para o longa

Julia Sabbaga
15.02.2018
17h22
Atualizada em
29.06.2018
02h44
Atualizada em 29.06.2018 às 02h44

O novo filme da Marvel que chega hoje aos cinemas, Pantera Negra, estabelece um marco para a representatividade no cinema. As inovações do longa estão além do elenco e da equipe técnica e chegam até à trilha sonora, que, como a maioria já sabe, escalou o rapper do momento – Kendrick Lamar – para compor, produzir e fazer sua curadoria.

Celebrando uma bela trilha sonora (que pode ser ouvida aqui), reunimos abaixo algumas curiosidades sobre sua idealização e concretização. Confira:

Duas trilhas sonoras

Instagram/reprodução

Pantera Negra marca a primeira vez que o Universo Cinematográfico da Marvel integra dois tipos de trilha sonora original em um filme só, que serão lançadas em dois álbuns diferentes: um com a trilha produzida por Kendrick Lamar (lançado no dia 9) e outro com as composições orquestrais originais de Ludwig Göransson, com lançamento marcado para o dia 16. 

Kendrick Lamar no cinema

Instagram/Reprodução

A trilha também marca a estreia do rapper Kendrick Lamar como responsável pela trilha sonora de um grande filme. Lamar escreveu canções, produziu, cantou e fez a curadoria para o álbum Black Panther: The Album Music From And Inspired By. O disco reúne grandes nomes da música como SZAKhalidFuture, The Weeknd e mais.

Admiração mútua

Segundo o diretor Ryan Coogler, ele e Kendrick Lamar começaram a se falar quando ele estava trabalhando em Creed, em 2015. Os dois elogiaram o trabalho um do outro, e combinaram de fazer uma parceria quando tivessem a chance: "eu falei para ele como a sua música me afetou, e ele me disse sobre os filmes meus que ele tinha visto. Nós dissemos que quando a oportunidade chegasse, nós adoraríamos trabalhar juntos" [via NPR].

Parceria que cresceu

instagram/reprodução

Também segundo o diretor, Kendrick Lamar estava marcado para colaborar com apenas algumas músicas para a trilha, mas quando viu o filme, o rapper e a Marvel marcaram várias horas de estúdio e gravaram muito mais do que o planejado. 

Pistas em clipe

YouTube-Reprodução

O envolvimento de Kendrick Lamar na trilha foi revelado como uma pista no clipe de “Love” do rapper, lançado em dezembro do ano passado. No marco de 1:54, uma claquete com as palavras “B.Panther Soundtrack Coming Soon” pode ser vista, o que espalhou as especulações de que Lamar estaria na música do novo filme da Marvel. Em 4 de janeiro foi feita a revelação, com o lançamento de “All The Stars”, faixa em parceria com SZA. 

Sucesso nas paradas

Instagram/reprodução

O disco já levou três faixas para a parada Billboard Hot 100: “Pray For Me”, que chegou ao 7º lugar, “All The Stars”, que chegou ao 31º e “King’s Dead”, em 69º. Esta última, que traz Jay Rock, Future e James Blake marcou a primeira aparição de Jay Rock na lista. 

Rumores de Beyoncé

Instagram/Reprodução

Antes da divulgação dos detalhes da trilha de Kendrick Lamar, boatos se espalharam de que Beyoncé faria parte do tracklist. As especulações vieram e cresceram após uma série de fotos divulgadas pela cantora no Instagram, com trajes inspirados no visual do movimento Pantera Negra. Quando Beyoncé apareceu no Grammy com uma bolsa em forma de Pantera, a internet foi à loucura presumindo que o detalhe era uma mensagem subliminar. Quando o tracklist foi revelado, o público descobriu que não foi desta vez.

Vídeo acusado de cópia

YouTube-Reprodução

O clipe de “All The Stars”, primeiro single e música dos créditos do filme, foi dirigido por Dave Meyers (responsável por "Humble", de Kendrick Lamar, "Havana" de Camila Cabello e "Supplies" de Justin Timberlake). O vídeo está sofrendo acusações da artista Lina Iris Viktor, que diz que o visual foi claramente inspirado em uma série de pinturas suas, intituladas “Constellations”. Ela diz ter sido contatada pelos produtores para colaborar com o filme, mas que ela rejeitou a oportunidade. 

Parcerias de longa data

Instagram/reprodução

O compositor Ludwig Göransson, responsável pela trilha orquestral do filme, é colaborador frequente do diretor Ryan Coogler, tendo trabalhado também em Creed: Nascido para Lutar e Fruitvale Station: A Última Parada. Os dois longas, assim como Pantera Negra, trazem o ator Michael B. Jordan

Desafios da música

Instagram/reprodução

Göransson viajou para diversos lugares na África para estudar ritmos musicais de diferentes tribos. O compositor disse que seu maior obstáculo era harmonizar orquestras com os sons da música africana: “Assim que você produz e insere orquestrações nestas músicas, elas não soam mais africanas. O desafio era incorporar isto e ainda fazer com que a trilha seja caracteristicamente africana”.