Will Smith estapeia Chris Rock no Oscar 2022

Créditos da imagem: Reprodução

Oscar

Notícia

Oscar 2022 | Policiais estavam prontos para prender Will Smith, diz produtor

Segundo Will Packer, foi negativa de Chris Rock que impediu ação contra o ganhador de Melhor Ator

Omelete
3 min de leitura
Eduardo Pereira
31.03.2022, às 20H55

Primeiro produtor negro da história da cerimônia do Oscar, Will Packer falou ao programa televisivo americano Good Morning America sobre a polêmica que marcou a edição de 2022 da premiação: o tapa dado pelo ganhador de Melhor Ator Will Smith no apresentador convidado Chris Rock. Segundo Packer, policiais do Departamento de Polícia de Los Angeles estavam preparados para prender o astro de King Richard - Criando Campeãs (2021), caso Rock optasse por prestar queixa.

"Eles estavam falando, você sabe, que era agressão. Era a palavra que eles usavam naquele momento. Eles disseram que iam pegá-lo, que estavam preparados. Estavam preparados para pegá-lo naquele exato momento, e que ele [Rock] podia prestar queixas", relembrou Packer, segundo reportou o The Wrap. "Eles estavam listando as opções. E, conforme falavam, Chris estava dispensando essas opções. Ele dizia: 'Não, não, não, eu estou bem'. Até o ponto em que falei para que ele os deixassem terminar".

Packer adicionou: "Os policiais do Departamento de Polícia de Los Angeles terminaram de listar todas as opções e emendara: 'Você gostaria de mover alguma ação?', e ele [Rock] disse não. Ele disse não". O produtor ainda explicou que não teve chance de falar com Smith após o tapa, ainda durante o andamento da cerimônia do Oscar.

Relembre o caso

Na cerimônia do Oscar de domingo (27), minutos antes de Smith levar a estatueta de Melhor Ator por seu trabalho em King Richard: Criando Campeãs, Rock improvisou uma piada sobre o visual de Jada Pinkett Smith, atriz e esposa de Will, que convive com a doença autoimune alopecia, que causa queda de cabelo. Revoltado, Smith subiu no palco e deu um tapa na cara do comediante. Ao voltar ao seu lugar, ele gritou “tire o nome da minha esposa da p*rra da sua boca” - saiba mais.

Na madrugada desta segunda-feira (28), a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas se pronunciou sobre o tapa dado por Smith em Rock. "A Academia não tolera violência de qualquer forma. [...] Temos o prazer de celebrar nossos vencedores do 94º Oscar, que merecem este momento de reconhecimento de seus colegas e amantes do cinema em todo o mundo", diz o comunicado.

De acordo com a Variety, os representantes de Smith conversaram com ele durante o intervalo da premiação. A Academia revelou que pediu que o ator se retirasse da cerimônia, mas ele se recusou.

Em seu discurso ao vencer Melhor Ator, Smith falou sobre Richard Williams, que ele interpreta em King Richard, e disse que ouviu, no intervalo, um conselho de Denzel Washington. Apesar de longo, o discurso do astro não foi interrompido pelos músicos da cerimônia, algo que foge dos padrões do Oscar. Ele ainda pediu desculpas à Academia pelo episódio da agressão.

Omelete agora tem um canal no Telegram! Participe para receber e debater as principais notícias da cultura pop (t.me/omelete).

Acompanhe a gente também no Youtube: no Omeleteve, com os principais assuntos da cultura pop; Hyperdrive, para as notícias mais quentes do universo geek; e Bentô Omelete, nosso canal de animes, mangás e cultura otaku.

 

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.