Montagem com Cinema Paradiso, O Resgate do Soldado Ryan, Kramer vs. Kramer e Núpcias de um Escândalo

Créditos da imagem: Cinema Paradiso, O Resgate do Soldado Ryan, Kramer vs. Kramer e Núpcias de um Escândalo (Reprodução/Montagem)

Oscar

Lista

O que faz um Oscar bait? Veja dicas para ser lembrado pelos votantes do prêmio

Omelete preparou um guia para quem está em busca de saber quais são as formas mais fáceis de ser lembrado pela Academia

Omelete
6 min de leitura
15.01.2024, às 18H44
ATUALIZADA EM 15.01.2024, ÀS 19H01
ATUALIZADA EM 15.01.2024, ÀS 19H01

É sabido que ser indicado ou premiado com um Oscar não é uma conquista fácil, dada a quantidade expressiva de filmes lançados anualmente. Destacar-se entre as escolhas dos membros da Academia é uma tarefa desafiadora. No entanto, há uma estratégia que pode garantir que seu nome não passe despercebido durante o período de votação para as indicações e vencedores da grande noite: envolver-se em produções conhecidas como "Oscar bait".

O termo "Oscar bait" refere-se a filmes projetados para se encaixar perfeitamente no perfil valorizado pela premiação. Sabe quando você vê que um artista vai atuar em uma cinebiografia de uma figura histórica e a primeira coisa que pensa é: "Olha só quem está querendo um Oscar"? Pois é, certos títulos e atuações sempre atraíram a atenção da Academia, e por isso mesmo são fórmulas comumente repetidas pela indústria.

Quer saber como ganhar um Oscar, ou pelo menos ser indicado? O Omelete separou aqui alguns dos principais tipos de “Oscar bait”. Confira:

Produza um dramalhão histórico

Montagem com O Resgate do Soldado Ryan, Titanic, Dança com Lobos, O Paciente Inglês
O Resgate do Soldado Ryan, Titanic, Dança com Lobos e O Paciente Inglês (Reprodução/Montagem)

Os dramas históricos parecem ser o epítome do prestígio no mundo do cinema, especialmente quando se trata do Oscar. É quase uma certeza que esses filmes receberão pelo menos uma indicação, e muitas vezes eles de fato conquistam o prêmio máximo. O fascínio dos votantes da Academia por produções situadas em períodos como a Segunda Guerra Mundial ou a era vitoriana é um fenômeno intrigante. Acredita-se que filmes épicos ou de guerra conseguem conjugar elementos que a Academia valoriza, tais como orçamentos substanciais e a capacidade de retratar histórias grandiosas e comoventes. Filmes dessa pegada, como Dunkirk, O Resgate do Soldado Ryan, Nada de Novo no Front, 1917, E o Vento Levou…, Ben Hur, Dança com Lobos, O Paciente Inglês, Shakespeare Apaixonado, Gladiador e Titanic, por exemplo, estão entre alguns dos maiores indicados e vencedores de suas respectivas edições.

Não esteja em um filme de terror

Montagem com Nós, Hereditário, O Sexto Sentido e O Exorcista
Nós, Hereditário, O Sexto Sentido e O Exorcista (Reprodução/Montagem)

Não é de hoje que a Academia menospreza alguns gêneros, mas os filmes de terror parecem praticamente excluídos da corrida pelo Oscar.

Raramente vemos títulos ou performances desse gênero serem lembrados, ou premiados, pela Academia. As exceções notáveis são O Exorcista, O Sexto Sentido, Tubarão, Corra! e Cisne Negro. O Silêncio dos Inocentes conseguiu até mesmo levar para casa o prêmio de Melhor Filme, mas, passadas mais de 95 edições, essa vitória é claramente uma exceção à regra. E como não mencionar atuações maravilhosas, como a de Toni Collette em Hereditário ou Lupita Nyong'o em Nós, esnobadas por filmes do gênero?

Atue em uma cinebiografia

Montagem com Erin Brockovich, Ghandi, Lincoln e A Dama de Ferro
Erin Brockovich, Ghandi, Lincoln e A Dama de Ferro (Montagem/Reprodução)

Para você que é ator ou atriz, uma das formas mais garantidas de ser lembrado pela Academia é atuar em uma cinebiografia. É um dos tipos de trabalhos mais adorados pela indústria cinematográfica, pois é um gênero que consegue mostrar a versatilidade de um ator – ou pelo menos sua habilidade de imitar outra pessoa. Basta dar uma olhada na seleção de atuações campeãs do Oscar: eles adoram premiar atores interpretando figuras políticas importantes (Daniel Day-Lewis em Lincoln, Meryl Streep em A Dama de Ferro, Gary Oldman em O Destino de Uma Nação), artistas (Rami Malek em Bohemian Rhapsody, Jamie Foxx em Ray, Sissy Spacek em O Destino Mudou Sua Vida, F. Murray Abraham em Amadeus), criminosos (Charlize Theron em Monster e Joe Pesci em Os Bons Companheiros), ou personalidades públicas (Julia Roberts em Erin Brockovich, Robert De Niro em Touro Indomável, Ben Kingsley em Gandhi, George C. Scott em Patton: Rebelde ou Herói, Anne Bancroft e Patty Duke por O Milagre de Anne Sullivan).

Quer elevar ainda mais suas chances de vitória? Escolha um daqueles papéis que vai exigir uma transformação radical, como ganhar alguns quilos ou se encher de maquiagem e próteses. Não tem como escapar, os membros da Academia adoram esse tipo de performance!

Conte uma história comovente – e se for baseada em fatos, melhor ainda

Montagem com Estrelas Além do Tempo, Um Sonho Possível, A Teoria de Tudo e Forrest Gump - O Contador de Histórias
Estrelas Além do Tempo, Um Sonho Possível, A Teoria de Tudo e Forrest Gump - O Contador de Histórias (Reprodução/Montagem)

Como observado anteriormente, a Academia demonstra um apreço especial por cinebiografias. Além disso, contar uma narrativa comovente ou inspiradora parece ser ainda mais valorizado.

Isso se deve, em parte, ao gosto dos votantes por histórias facilmente identificáveis e, também, à compreensão de que a maneira mais eficaz de evocar emoções é através de relatos e recortes da vida impactantes. Um filme que te faz chorar certamente é memorável, e como esquecer das lágrimas derrubadas enquanto você está votando para escolher indicados ou vencedores? Estrelas Além do Tempo, Forrest Gump, Selma, A Lista de Schindler, Um Sonho Possível, Quem Quer Ser Um Milionário?, Preciosa, e A Teoria de Tudo são exemplos recentes que ajudam a comprovar esse ponto.

Mostre um romance intenso

Montagem com Feitiço da Lua, Núpcias de um Escândalo, O Príncipe das Marés e Love Story
Feitiço da Lua, Núpcias de um Escândalo, O Príncipe das Marés e Love Story (Reprodução/Montagem)

Esse aspecto vale tanto para produções quanto para atores. Dizem que a paixão é um dos temas mais universais, já que quase todo mundo já sofreu (ou ainda vai sofrer) por um grande amor. Não à toa, os romances têm um lugar garantido no prêmio da Academia. La La Land, Amor, Sublime Amor – ambas as versões, Gigi, A Um Passo da Eternidade, O Príncipe das Marés, O Segredo de Brokeback Mountain, Ela, Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças, O Leitor, Feitiço da Lua, Núpcias de um Escândalo, Se Meu Apartamento Falasse, Aconteceu Naquela Noite, Entre Dois Amores e Love Story, por exemplo, são dramas ou comédias que falam das possibilidades do amor ou venceram alguns dos principais prêmios de suas respectivas indicações, ou foram lembrados em muitas categorias.

Contrate a Meryl Streep

Montagem com Um Amor Verdadeiro, As Pontes de Madison, Kramer vs. Kramer e Silkwood
Um Amor Verdadeiro, As Pontes de Madison, Kramer vs. Kramer e Silkwood (Reprodução/Montagem)

Se almeja assegurar que seu filme seja reconhecido em ao menos uma categoria do Oscar, basta contatar o agente de Meryl Streep.

Com a participação da atriz em seu elenco, é praticamente garantido obter, no mínimo, uma indicação em uma das categorias de atuação. Meryl Streep ostenta um impressionante histórico de 21 indicações ao Oscar, sendo o maior número já registrado para qualquer ator, vivo ou falecido, e conquistou três vitórias ao longo de sua carreira. Interessante notar que em quatro dessas ocasiões, Meryl foi a única indicação associada a um projeto específico: Julie e Julia, Um Amor Verdadeiro, As Pontes de Madison e Um Grito no Escuro receberam apenas uma única nomeação, todas em Melhor Atriz.

Expresse seu amor pelo cinema

Montagem com Cinema Paradiso, Os Fabelmans, O Artista, A Noite Americana
Cinema Paradiso, Os Fabelmans, O Artista e A Noite Americana (Reprodução/Montagem)

É sabido que o Oscar, assim como outros prestigiosos prêmios de Hollywood, tem uma inclinação por obras que celebram a própria indústria cinematográfica. Produções que exploram a paixão pela sétima arte têm uma receptividade especial entre os votantes. Filmes como Hugo, O Artista, Os Fabelmans, Mank, A Noite Americana, Cinema Paradiso, A Malvada, Sunset Boulevard e Era Uma Vez… Em Hollywood são exemplos notórios de títulos que não apenas receberam grandes prêmios, com alguns até mesmo conquistando o troféu de Melhor Filme. Todas essas produções também retratam o amor pelo cinema ou destacam pessoas envolvidas na produção cinematográfica. No entanto, vale notar que elogiar as figuras de Hollywood é bem-vindo, enquanto fazer críticas à forma como a indústria trabalha pode ser um tiro no pé.


Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.