Filmes

Lista

Tudo sobre História de um Casamento

Filme de Adam Driver e Scarlett Johansson disputa em 6 categorias

Arthur Eloi
22.01.2020
13h45
Atualizada em
23.01.2020
10h43
Atualizada em 23.01.2020 às 10h43

A Netflix está forte no Oscar 2020, não só por O Irlandês mas também por História de um Casamento. Lançado no streaming após rodar por vários festivais, o novo filme de Noah Baumbach levou 6 indicações - incluindo Melhor Filme.

O longa estrelado por Adam Driver e Scarlett Johansson ganhou notoriedade tanto pela sensibilidade de suas atuações, seu ritmo ou então pelos vários memes que surgiram com base na cena mais intensa da obra. Seja como for, História de um Casamento tem tudo para se consagrar na premiação, então fique a par com tudo que você precisa saber sobre o filme abaixo, e assista ao nosso Veredito acima!

Sinopse

A trama narra as complicações matrimoniais de Charlie, diretor de teatro em ascensão, e Nicole, atriz promissora que deixou sua carreira em segundo para cuidar do marido e do seu filho, Henry. Com a iminência do divórcio, os dois precisam encontrar uma forma de sobreviver ao doloroso processo.

Trailer

Elenco principal

ADAM DRIVER é Charlie | Prestigiado diretor de teatro em Nova York, Charlie é dono de uma companhia de teatro cuja peça - estrelada por sua esposa, Nicole - ganha sucesso ao ponto de ir para a Broadway. Driver ficou mundialmente conhecido por interpretar o vilão Kylo Ren na última trilogia de Star Wars, mas o ator é bastante versátil e já trabalhou com grandes cineastas, como Steven Spielberg em Lincoln (2012), e os Irmãos Cohen em Inside Llewyn Davis - Balada de um Homem Comum (2013). Esse não é seu primeiro trabalho com Baumbach, já que participou de seu mais premiado filme: Frances Ha (2012).

SCARLETT JOHANSSON é Nicole | Popular por ter feito uma comédia escrachada adolescente, Nicole é uma atriz com potencial e dúvidas em medidas iguais, já que não priorizou sua carreira para se dedicar à seu relacionamento com Charlie. Ela volta a ganhar reconhecimento por estrelar a peça do marido, e é convidada a estrelar um piloto televisivo em Los Angeles - o que causa ainda mais conflitos em seu casamento. Johansson atualmente é conhecida por interpretar a Viúva Negra no Universo Cinematográfico da Marvel, inclusive prestes a ganhar seu próprio filme-solo. Mas a atriz tem uma vasta carreira em drama, tendo estrelado Vicky Cristina Barcelona (2008), de Woody Allen, e também produções independentes, como Como Não Perder Essa Mulher (2013), Sob a Pele (2013) e Ela (2013).

LAURA DERN é Nora Fanshaw | Quando tudo se complica com Charlie, é a carinhosa e impiedosa advogada Nora Fanshaw que ajuda Nicole a entender o processo de divórcio - tanto na burocracia quanto no lado emocional. Dern tem uma carreira impressionante, de filmes blockbuster como Jurassic Park (1993) até obras cult como as de David Lynch, com quem já trabalhou em Veludo Azul (1986) e Twin Peaks: The Return.

Direção e roteiro

Baumbach assina ambos os departamentos. Esse é seu 12º filme na cadeira de diretor. Alguns de seus trabalhos anteriores de destaque são Os Meyerowitz: Família Não Se Escolhe (2017), Frances Ha, O Solteirão (2010), Margot e o Casamento (2007), A Lula e a Baleia (2005).

Já no lado da escrita, Baumbach é igualmente conhecido. Seus personagens costumam ser excêntricos, humanos e até um pouco desprezíveis. Além de seus filmes, já escreveu desde O Fantástico Sr. Raposo (2009) para Wes Anderson, até o terceiro filme da franquia Madagascar. História de um Casamento, assim como muitos outros de seus projetos, levanta questões sobre o quão pessoal é a trama: o cineasta não só já passou por um divórcio, como também é casado com uma atriz que já atuou em suas obras, a diretora Greta Gerwig. Ele garante que há elementos pessoais na escrita, mas não ao ponto de ser autobiográfico: “Penso que quando as pessoas usam esse termo, assumem que é um relato fiel. Nenhum dos meus filmes é isso. Posso até usar elementos autobiográficos de vez em quando, mas qualquer extrapolação além disso não tem significado algum para o trabalho, para mim ou nada mais”, contou ao NY Times.

Onde ver?

História de um Casamento está disponível no catálogo da Netflix, que adquiriu o filme após boa recepção em festivais.

Bilheteria

O filme foi lançado diretamente na plataforma de streaming, que não contabiliza ingressos, mas é possível citar a bilheteria das exibições limitadas que a Netflix preparou. Em poucas exibições ao redor do mundo o longa arrecadou um total de US$323 milhões.

Prêmios que já recebeu

Sem contar o Oscar, História de um Casamento teve 24 indicações entre o BAFTA, Globo de Ouro, Critics’ Choice, PGA, SAG e WAG. Desses, apenas o BAFTA ainda não entregou seus prêmios. Nos demais, levou três estatuetas - todas para Laura Dern como Melhor Atriz Coadjuvante.

  • Globo de Ouro: Melhor Atriz Coadjuvante (Laura Dern)
  • Critics’ Choice: Melhor Atriz Coadjuvante (Laura Dern)
  • SAG (Sindicato dos Atores): Melhor Atriz Coadjuvante (Laura Dern)

Indicações ao Oscar 2020

História de um Casamento disputa em seis categorias. Dessa forma, está empatada com Adoráveis Mulheres, Parasita e Jojo Rabbit.

MELHOR FILME | É a primeira vez que um filme de Baumbach disputa a categoria principal, mas o cineasta tem mais de 100 indicações em diversas premiações, por roteirista e por direção. No Oscar, História de um Casamento compete com Ford vs. Ferrari, O Irlandês, Jojo Rabbit, Coringa, Adoráveis Mulheres, 1917, Era Uma Vez… em Hollywood e Parasita. Caso vença, Baumbach sobe ao palco para receber junto com o produtor David Heyman.

MELHOR ATOR: Adam Driver | Essa é apenas a segunda indicação de Driver ao Oscar, que já disputou Melhor Ator Coadjuvante no ano anterior por Infiltrado na Klan (2018). Ao total, foi indicado 100 vezes em diversas premiações ao longo de sua carreira, tanto pelo cinema ou pela TV, em que integrou o elenco de Girls, da HBO.

MELHOR ATRIZ: Scarlett Johansson | Até esse ano, Johansson nunca havia sido indicada ao Oscar - e, para compensar, está disputando em Melhor Atriz e também em Melhor Atriz Coadjuvante, por Jojo Rabbit. As outras premiações, porém, reconhecem Johansson há tempos, que tem mais de 200 indicações ao longo de sua carreira por trabalhos como Match Point (2005), Encontros e Desencontros (2003) e mais.

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE: Laura Dern | A atriz já deu as caras outras duas vezes no Oscar: uma de Melhor Atriz por As Noites de Rose (1991) e outra de Melhor Atriz Coadjuvante por Livre (2014), mas nunca venceu. No restante, ela tem um total de 94 indicações contando as demais premiações, seja por trabalho televisivo em Big Little Lies ou no cinema por Jurassic Park.

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL | Quem assina a trilha-sonora do filme é Randy Newman, veterano de premiações com mais de 107 indicações ao longo de sua carreira - 22 delas só do Oscar. Newman é bastante experiente em animações, tendo já sido indicado por seu trabalho na trilha de Toy Story, Carros, A Princesa e o Sapo, Monstros S.A. e muito mais.

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL: Noah Baumbach | Além da direção, o texto também é de Noah Baumbach. O cineasta tem vasta carreira de roteirista, e já foi indicado ao Oscar por escrever A Lula e a Baleia (2005). Caso ganhe, essa será sua primeira vitória na premiação.