Oscar

Notícia

Academia não pediu para Will Smith deixar o Oscar 2022, dizem fontes

Fontes refutaram comunicado divulgado na quarta pela instituição

Omelete
3 min de leitura
A cozinha
31.03.2022, às 15H59
ATUALIZADA EM 31.03.2022, ÀS 16H28
ATUALIZADA EM 31.03.2022, ÀS 16H28

Após a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas alegar ter pedido para Will Smith se retirar do Oscar 2022 após o tapa em Chris Rock, surgiram relatos de que o pedido, na verdade, nunca aconteceu, de acordo com a revista Variety

Fontes ouvidas pela publicação deram versões diferentes da história. De acordo com parte delas, alguns membros da Academia realmente expressaram o desejo de remover Smith da cerimônia, mas um pedido formal não chegou a ser feito. 

Uma pessoa ouvida pela publicação afirmou que o pedido para que o ator fosse embora chegou a ser feito por meio de um representante que estava no local. A remoção seria um desejo do presidente da Academia, David Rubin, e da CEO Dawn Hudson. 

Duas testemunhas, por sua vez, disseram que Will Packer, produtor da premiação, foi instrumental na permanência de Smith, e teria dito a ele que a produção do evento "oficialmente" queria que Smith permanecesse. 

 

O cenário desenhado pela Variety indica que, possivelmente, a cúpula da premiação enviou sinais confusos sobre a remoção (ou não) do ator -- o que resultou na permanência dele e em seu subsequente discurso ao receber o Oscar de Melhor Ator por King Richard: Criando Campeãs

Relembre o caso 

Durante o Oscar 2022, Rock improvisou uma piada sobre o visual de Jada Pinkett Smith, atriz e esposa de Will Smith. Ela convive com a doença autoimune alopecia, que causa queda de cabelo, e optou por raspar os cabelos. O comediante então a chamou de "G.I. Jane 2", em uma referência a Até o Limite da Honra, filme de 1997 em que Demi Moore aparece de cabelos raspados. 

Revoltado, Smith subiu no palco e deu um tapa na cara do comediante. Ao voltar ao seu lugar, ele gritou “tire o nome da minha esposa da porra da sua boca”.

Pouco depois, Smith foi premiado com o Oscar de Melhor Ator e, em seu discurso, falou sobre Richard Williams, que ele interpreta em King Richard, e disse que ouviu, no intervalo, um conselho de Denzel Washington. Apesar de longo, o discurso do astro não foi interrompido pelos músicos da cerimônia, algo que foge dos padrões do Oscar. Ele ainda pediu desculpas à Academia pelo episódio da agressão.

Após a premiação, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas se pronunciou brevemente em seu Twitter, dizendo que "não tolera violência". Na noite de segunda, porém, a instituição divulgou um comunicado condenando as ações do astro e afirmando que irá analisar o episódio formalmente

Smith também se pronunciou no mesmo dia, e publicou no Instagram um texto que pedia desculpas a Rock, aos colegas e à Academia pelo ocorrido. "Lamento profundamente que meu comportamento tenha manchado o que foi uma jornada linda para todos nós. Estou evoluindo", afirmou. 

Omelete agora tem um canal no Telegram! Participe para receber e debater as principais notícias da cultura pop (t.me/omelete).

Acompanhe a gente também no Youtube: no Omeleteve, com os principais assuntos da cultura pop; Hyperdrive, para as notícias mais quentes do universo geek; e Bentô Omelete, nosso canal de animes, mangás e cultura otaku.

 

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.