Filmes

Notícia

Vingadores: Era de Ultron | Joss Whedon diz que o filme é sua "falha miserável"

"Acho que fiz um desserviço ao estúdio, ao filme e a mim mesmo", diz o diretor

Bruno Silva
19.04.2016
00h37
Atualizada em
29.06.2018
02h43
Atualizada em 29.06.2018 às 02h43

Em um debate com Mark Ruffalo durante o Tribeca Film Festival (via IndieWire), Joss Whedon chamou Vingadores: Era de Ultron de sua "falha miserável".

None

Segundo o site, Whedon parecia particularmente "enfraquecido" cada vez que o filme era mencionado, apesar de afirmar, de forma geral, que estava "orgulhoso" de seu trabalho com a sequência de Os Vingadores. Entretanto, o diretor se culpa pela maneira como reagiu às críticas negativas, e falou que a história era "absurdamente pessoal"

"Eu meio que criei uma narrativa que não consegui concluir... e acho que fiz um desserviço ao estúdio, ao filme e a mim mesmo. O fato de que a Marvel me deu essa oportunidade duas vezes é maluca, e o fato de que uma delas é a minha falha miserável também é maluco, mas não de uma forma legal", disse o diretor.

Ruffalo, o Bruce Banner/Hulk do universo Marvel dos cinemas, classificou Era de Ultron como "ótimo" e elogiou a capacidade de Whedon de criar personagens femininas fortes. "Você escreve essas mulheres lindas, fortes e vulneráveis, várias e várias vezes", disse o ator. "Tudo o que eu escrevo é sobre poder e desamparo - alguém estar desesperançoso em sua jornada por poder", respondeu o diretor. "Por que o meu avatar é uma adolescente com super-poderes? Eu ainda não sei. Acho que tem a ver com ser pequeno. Quando era criança, me roubavam toda vez que saía de casa."

Whedon também afirmou que seu próximo projeto não terá nada a ver com filmes de super-herói. "É algo diferente, não das coisas que gosto, mas das coisas que tenho feito. Depois de Ultron, que tinha muitas peças em jogo, senti a necessidade de escrever algo que eu conseguia compreender completamente."