Filmes

Notícia

O Corvo | Diretor dá depoimento após saída do projeto

Jason Momoa também deixou o filme

Julia Sabbaga
01.06.2018
19h40
Atualizada em
18.07.2018
23h38
Atualizada em 18.07.2018 às 23h38

O diretor Corin Hardy fez uma publicação em seu Instagram comentando a recém-anunciada saída do projeto The Crow Reborn, novo filme de O Corvo. Confira:

"Eu sabia desde o começo que a ideia de fazer uma nova versão de O Corvo não era para todos, porque é um filme tão amado. E eu digo isso como um apaixonado. Mas eu dei tudo de mim nos últimos três anos e meio, em trabalho, para tentar criar algo que fizesse jus a tudo que eu queria: desde o quadrinho adorado de James O'Barr, ao filme original de Alex Proyas, com muito respeito a Brandon Lee, e o desejo de fazer algo ousado, novo, que eu, um fã obcecado, poderia me orgulhar. E com Jason Momoa, meu tima incrível de artistas e equipe técnica, nós chegamos tão perto. Mas às vezes, quando você ama muito algo, você precisa fazer decisões difíceis. E ontem, decidir que era hora de deixar este projeto sombrio e emocional para trás, foi a decisão mais difícil de todas. Prédios queimam, pessoas morrem, mas amor real para sempre". 

A declaração do diretor vem um dia após uma publicação de Jason Momoa, alinhado para o papel principal, que também comentou o abandono da produção (leia aqui). 

Deadline especula que afastamento aconteceu devido a diferenças criativas e financeiras com o produtor Samuel Hadida, da Davis Films, que financia o longa. 

A saída dos dois nomes acontece pouco antes do início das filmagens do longa, marcadas para julho em Budapeste. Ainda não há uma declaração oficial ou pronunciamento sobre alteração da data de estreia do longa, anunciada para 11 de outubro de 2019.

Na trama do original, um jovem roqueiro chamado Eric Draven é morto enquanto tentava salvar sua noiva. Ele retorna do Além sob a identidade do Corvo para se vingar. O novo longa deve ser mais fiel aos quadrinhos criados por James O'Barr, em 1989.