Logo da Netflix sobre fundo preto

Créditos da imagem: Netflix/Divulgação

Netflix

Notícia

Netflix começa a testar função que altera velocidade da reprodução

Cineastas já se manifestaram contra a mudança

Nicolaos Garófalo
29.10.2019
01h16
Atualizada em
29.10.2019
11h43
Atualizada em 29.10.2019 às 11h43

A Netflix iniciou a fase de testes de uma nova função que permitirá que os usuários alterem a velocidade de reprodução das mídias disponibilizadas na plataforma. De acordo com o UPROXX, a nova característica cria a possibilidade para que os espectadores reduzam ou aumentem o tempo necessário para terminar de assistir seus filmes e séries, alterando a velocidade dos vídeos entre 75% e 150% do tempo normal.

A mudança, que está sendo feita em dispositivos móveis de alguns usuários selecionados, já criou um mal-estar com alguns cineastas, como Judd Apatow, que afirmou no Twitter que lutará contra a nova ferramenta:

Não, Netflix, não! Não me faça ligar para cada diretor e criador de séries do mundo para brigar contra isso. Poupe meu tempo. Vou vencer, mas vai demorar muito. Não f*da nosso timming. Nós te damos coisas legais, deixe-as como elas deveriam ser

Peyton Reed, diretor de Homem-Formiga e a Vespa, foi outro a se manifestar contra a ideia, seguido por Brad Bird, que comandou a franquia Os Incríveis:

Cara Netflix, essa é uma péssima ideia e eu e todos os diretores que conheço vão lutar contra ela. Sinceramente, Peyton Reed

Uau... Outra ideia espetacularmente ruim e outro defeito em uma experiência de cinema já problemática. Por que financiar e apoiar a visão de cineastas de um lado e depois trabalhar para destruí-la do outro?

Após a repercussão, a Netflix se pronunciou oficialmente, afirmando que sempre busca testar novas ferramentas que auxiliem na experiência de seus usuários. “Como qualquer teste, a nova função pode não se tornar permanente”, diz o comunicado.