Dota: Dragon's Blood, anime de Dota na Netflix

Créditos da imagem: Dota: Dragon's Blood/Netflix/Divulgação

Netflix

Crítica

Dota: Dragon’s Blood apresenta universo mas deixa a desejar aos antigos fãs

Nova animação do Studio Mir acerta no visual, mas decepciona em sua maneira de contar a história do jogo da Valve

Angelo Sarmiento
29.03.2021
17h13
Atualizada em
29.03.2021
18h40
Atualizada em 29.03.2021 às 18h40

A nova animação do Studio Mir, de The Legend of Korra, tem a missão de apresentar um universo de mais de 110 heróis para um público novo, ao mesmo tempo que agrada os fãs mais antigos que tem um carinho imenso pelo game DOTA, da Valve. Dota: Dragon’s Blood conta a história da Mirana, à procura das Flores de Lótus roubadas, e de Davion, um cavaleiro fazendo o que sabe fazer de melhor - matar dragões -, até que se depara com Slyrak, um antigo dragão ancião, que mistura o sangue de ambos e os torna em um só.

Para aqueles que não conheciam os heróis do MOBA, a apresentação e desenvolvimento dos protagonistas Davion, o Cavaleiro Dragão e a Mirana, a Princesa do Bosque de Nightsilver, é feito de maneira devagar e bem explicada, deixando poucas dúvidas durante o desenrolar deste primeiro Livro. Infelizmente para aqueles que já estão familiarizados com os personagens, tudo acaba sendo um pouco maçante e repetitivo, por essas origens já terem sido descritas dentro do game. Com episódios rápidos e muita ação, Dota: Dragon’s Blood aproveita seus 25 minutos para mostrar a trama pessoal entre os dois protagonistas e encher a tela de combates sangrentos e violentos.

Quando se trata do vilão Terrorblade, ficamos cientes de seu plano, mas não de suas motivações. Apesar disso, o demônio tem grandes momentos - inclusive ao banhar-se de sangue de uma pobre idosa - e frases marcantes nos poucos minutos de tela. Outro personagem que tem bastante importância dentro dos oito episódios é o grande sábio Invoker. Suas raízes e motivações são totalmente explicadas e compreensíveis, mas acabam deixando algumas dúvidas em relação aos eventos finais da temporada.

Algo que é impossível deixar de comentar, principalmente por quem já conhece os heróis e suas respectivas habilidades, é como o Studio Mir conseguiu demonstrar os efeitos do jogo na animação com muita qualidade, fazendo com que os fãs reconheçam de longe tudo que é mostrado. Apesar de bonito, o público novato pode acabar ficando um pouco confuso.

Mesmo com um final que entrega mais perguntas do que respostas, Dota: Dragon’s Blood apresenta muito bem esse universo aos novos espectadores e prepara o terreno para o próximo Livro, que é onde a história realmente deve se desenvolver.

Dota: Dragon's Blood
Em andamento (2021- )
Dota: Dragon's Blood
Em andamento (2021- )

Criado por: Studio Mir

Duração: 1 temporada

Nota do Crítico
Bom

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.