Cidade Invisível | O que queremos ver na segunda temporada

Créditos da imagem: Cidade Invisível/Netflix/Reprodução

Netflix

Lista

Cidade Invisível | O que queremos ver na segunda temporada

Série nacional da Netflix deixou muitas questões em aberto, desde o destino de Eric e da Vila Toré até um romance em potencial

Mariana Canhisares
10.03.2021
11h47
Atualizada em
10.03.2021
12h01
Atualizada em 10.03.2021 às 12h01

Cidade Invisível chegou à Netflix no início de fevereiro e, desde então, não saiu do Top 10 do streaming no Brasil. Narrando a história de Eric (Marco Pigossi), um detetive da polícia ambiental que, no meio de uma tragédia familiar, descobre que as lendas do folclore são verdadeiras, a produção encabeçada por Carlos Saldanha e a dupla de roteiristas Raphael Draccon e Carolina Munhoz fez, na realidade, barulho no mundo inteiro. Portanto, ainda que imersa em polêmicas, sobretudo sobre a representação de figuras das culturas indígenas, não é uma surpresa que a série brasileira tenha sido renovada para uma segunda temporada.

Com tantos ganchos deixados para uma nova leva de episódios, confira a seguir cinco perguntas que queremos ver respondidas no próximo ano de Cidade Invisível:

[Atenção! Spoilers do final da primeira temporada de Cidade Invisível a seguir]

Qual será o destino de Eric?

Cidade Invisível/Netflix/Reprodução

Depois de acompanhar de perto a avalanche de descobertas de Eric, que incluíram fatos como ele é filho do boto-cor-de-rosa Manaus (Victor Sparapane) e sua filha Luna (Manuela Dieguez) estava possuída pelo Corpo-Seco, Cidade Invisível termina com o detetive sendo carregado pelo Curupira para dentro da floresta. O que acontecerá com o protagonista a partir de agora? Ele não tem mais saída a não ser admitir sua conexão com as entidades do folclore, isso está claro. No entanto, essa aceitação significa que ele vai eventualmente assumir o lugar do pai como boto ou apenas atuará como defensor do folclore na polícia do Rio de Janeiro?

Vai dar namoro?

Cidade Invisível/Netflix/Reprodução

Ao longo da sua investigação, Eric encontrou em Camila (Jéssica Córes) uma aliada. Mas, verdade seja dita, entre os dois rola mais do que uma simples colaboração. Desde o momento em que a sereia foi encarregada pela Cuca (Alessandra Negrini) de matá-lo, Camila ironicamente se encantou pelo homem e esse sentimento se manteve até o final do último episódio. Em uma nova temporada, seria interessante ver esse romance se desenvolver de verdade e ir além de um mero clima. Ou, quem sabe, ver os dois em um triângulo amoroso com algum personagem inédito.

O que será da Cuca?

Cidade Invisível/Netflix/Reprodução

Inês pode até gerenciar um bar durante a noite, mas seu ofício de fato é liderar as entidades e garantir a segurança de todos. Na primeira temporada, ela perdeu o braço-direito Tutu (Jimmy London) e Isac (Wesley Guimarães) que, além de parceiros, significavam bastante para ela pessoalmente. O luto parece um caminho necessário para a personagem, mas não se pode ignorar que a volta do Curupira (Fábio Lago) para a floresta e a sobrevivência do Eric podem levá-la a desenvolvimentos interessantes. Um desejo de vingança, talvez?

Marcia sabe de tudo, e agora?

Cidade Invisível/Netflix/Reprodução

Por muito tempo Marcia (Áurea Maranhão) desconfiou da investigação de Eric, mas agora ela sabe de tudo: ela viu com os próprios olhos o que o Corpo-Seco é capaz de fazer e, não bastasse isso, conheceu o Curupira em carne e osso. Como essa descoberta vai afetá-la, no entanto, é uma grande incógnita. Talvez ela possa colaborar com a proteção do folclore como uma infiltrada na polícia, principalmente considerando como o chefe do departamento está mancomunado com o empresário que quer transformar a Vila Toré em um ecoresort. Contudo, não se pode descartar a hipótese de ela acabar sendo um elo frágil nessa guerra fria que ameaça as entidades.

A Vila Toré ficará a salvo?

Cidade Invisível/Netflix/Reprodução

A grande dúvida, porém, está no futuro da Vila Toré. Embora Eric e companhia tenham conseguido derrotar o Corpo-Seco, um descendente do espírito está na liderança da poderosa empresa que quer tomar a comunidade para si. E se tem uma coisa que ele não tem mais receio de esconder é seu desejo de retaliação. Contando com um aliado na chefia da polícia ambiental e a antipatia que alguns colegas têm com Eric, o empresário pode tornar a vida do detetive e dos moradores da Vila Toré um inferno - de novo.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.