The Ballad of Buster Scruggs | Conheça as canções do western

Música

Lista

The Ballad of Buster Scruggs | Conheça as canções do western

Trilha sonora é cheia de canções tradicionais

Julia Sabbaga
28.11.2018
16h09

The Ballad Of Buster Scruggs, o novo filme dos irmãos Coen que chegou na Netflix, traz a trilha sonora composta pelo habitual parceiro dos diretores, Carter Burwell. Mas além de suas composições, o filme tem tantas canções embalando a trama, que pode ser classificado como um musical. Sempre entoadas por algum dos personagens, a maioria das músicas faz parte do folclore western, e algumas foram adaptadas por novos compositores.

Confira abaixo cada uma das canções entoadas pelos astros de Buster Scruggs:

"Cool Water"

O filme abre com o personagem do título, Buster Scruggs (Tim Blake Nelson), chegando à civilização cantando "Cool Water", faixa foi composta em 1936 por Bob Nolan, compositor de diversas faixas de country, e considerado um dos maiores compositores de western de todos os tempos. A faixa foi gravada pela primeira vez pelo The Sons of the Pioneers, em 1941, e desde então foi regravada por Hank Williams, Bing Crosby, Bob Dylan e diversos outros. 

"Little Joe The Wrangler - Surly Joe"

A segunda faixa cantada por Tim Blake Nelson combina duas outras músicas. Ela começa com "Little Joe The Wrangler", faixa de N. Howard "Jack" Thorp, e incluída na primeira coletânea de músicas de western já lançada, Songs of the Cowboys, de 1908. A segunda parte, "Surely Joe", é uma adaptação de outra "Little Joe The Wrangler", que figurou no filme de 1939, Atire a Primeira Pedra, em uma cena bem semelhante. Esta versão foi composta por Frank Loesser e Friedrich Hollaender, e em Buster Scruggs a letra ganhou alterações do próprio Joel Coen

"When a Cowboy Trades His Spurs for Wings"

O primeiro episódio do filme fecha com a ótima "When a Cowboy Trades His Spurs for Wings", a única faixa da canção com letra que foi composta para o filme. A composição é uma parceria de David Rawlings e Gillian Welch, que já trabalhou com os diretores em E Aí, Meu Irmão, Cadê Você?. Na última cena, quem se junta a Tim Blake Nelson no vocal é o cantor Willie Watson, que faz o papel de seu oponente no duelo. 

"Weela Weela Walya"/"The Sash My Father Wore"

No capítulo de Liam Neeson, "Meal Ticket", as canções entoadas pelo seu personagem quando embriagado são duas tradicionais irlandesas: "Weela Weela Walya" e "The Sash My Father Wore". A primeira fala sobre a pena de morte de uma mulher que matou seu bebê, e a segunda é uma canção de vitória da guerra Guilhermita da Irlanda, de 1689. Nenhuma das canções tem composição conhecida, mas as duas já foram gravadas diversas vezes por músicos irlandeses.  

"Mother Machree"

"Mother Machree" é uma canção irlandesa-americana, composta em 1910 pelo irlandês Ernest Ball, com letra dos americanos Rida Johnson Young Chauncey Olcott, para a peça Barry of Ballymoore. No filme, quem canta o trechinho da faixa é ninguém menos que Tom Waits, protagonista do capítulo "All Gold Canyon". A faixa é uma canção de amor, e "Machree" é um estrangeirismo do inglês, que derivou do termo gaélico "mo chroí", "meu coração". 

"Has Anybody Here Seen Kelly?"

O último capítulo do filme, "The Mortal Remains", começa com um canto rápido do homem de bigode, sem nome, vivido por Jonjo O'Neill. O personagem canta uma versão de "Has Anybody Here Seen Kelly?", faixa que data de 1908, com composição dos ingleses C.W. Murphy e Will Letters, composta para execução em teatros de variedades na Inglaterra. A canção original narrava a história de uma mulher que procura o seu marido, Kelly, mas no filme os nomes e gêneros foram trocados. Na versão de Buster Scruggs, o marido procura a mulher chamada Molly. 

"The Unfortunate Lad"

A última canção de Buster Scruggs, "The Unfortunate Lad" chega em uma performance marcante de Brendan Gleeson. A faixa é de origem desconhecida, mas sua primeira versão data de 1790, quando ela foi adaptada de sua versão irlandesa para a inglesa. Com o tempo, a faixa passou de uma canção de um soldado moribundo para um lamento de um homem destruído por uma mulher, mas o tema principal sempre se manteve, como uma canção que embala a morte de um rapaz. No filme, o canto fúnebre encaixa perfeitamente com a cena.