Slipknot | Empresário da banda alega que Chris Fehn era um músico contratado

Créditos da imagem: Divulgação/Slipknot

Música

Notícia

Slipknot | Empresário da banda alega que Chris Fehn era um músico contratado

Percussionista foi demitido após processar a banda por questões monetárias

Gabriel Avila
26.04.2019
13h35

O processo judicial entre Slipknot e o percussionista Chris Fehn continua a gerar controvérsias (via Loudwire). O músico foi demitido em abril após entrar com uma ação contra a banda, acusando o grupo de dividir os lucros de forma desigual entre seus membros - saiba mais. Robert Shore, empresário do Slipknot, declarou que Fehn não era um membro da banda, mas sim um músico contratado. Chris passou a fazer parte da banda em 1998, participando da gravação de todos os discos até o momento, mas de acordo com um documento indexado ao processo em abril, o percussionista não é “acionista, dono ou membro de qualquer entidade de negócio” relacionada ao grupo.

O novo álbum do Slipknot será lançado em 9 de agosto. O grupo ainda não revelou nenhum outro detalhe do disco, como tracklist ou arte da capa. Em outubro, o grupo quebrou o hiato de inéditas com o single "All Out Life" (ouça aqui), que deve fazer parte do novo álbum.

O álbum mais recente da banda é .5: The Gray Chapter, lançado em 2014.