Produtor Quincy Jones fala sobre os Beatles: "Eles eram os piores músicos do mundo"

Música

Notícia

Produtor Quincy Jones fala sobre os Beatles: "Eles eram os piores músicos do mundo"

Jones fala mal de U2 e Michael Jackson na mesma entrevista

Julia Sabbaga
07.02.2018
18h12
Atualizada em
12.02.2018
07h05
Atualizada em 12.02.2018 às 07h05

Em entrevista a Vulture, o produtor Quincy Jones deu uma série de declarações polêmicas, envolvendo os Beatles, Michael Jackson, U2, e até a filha do presidente dos EUA, Ivanka Trump

Já no começo da entrevista, Jones diz que Michael Jackson, para quem produziu o álbum Thriller, roubou muita gente: "Odeio falar sobre isso publicamente, mas Michael roubou muita coisa. Ele roubou muitas músicas. "State of Independence" e "Billy Jean", as notas não mentem. Ele era o mais Maquiavélico possível." 

Ele continua: "Ele era ganancioso, cara. Ganancioso. "Don't Stop 'Til You Get Enough", Greg Phillinganes escreveu uma seção. Michael tinha que ter lhe dado uma porcentagem". 

Mais tarde, Jones é questionado sobre o que achou quando ouviu os Beatles tocando pela primeira vez: "Achei que eles eram os piores músicos do mundo. Eles não tocavam nada. Paul era o pior baixista que eu já ouvi. E o Ringo? Nem me fale."

Questionado sobre o que acha do U2 o produtor só mexe a cabeça negativamente. Também, durante a entrevista, Jones menciona que chegou a namorar a filha do presidente Donald Trump, Ivanka Trump: "Tommy Hilfiger, que trabalhava com a minha filha Kidada, me falou que Ivanka queria jantar comigo. Eu disse "sem problemas, ela é boa". Ela tinha as pernas mais bonitas que eu já vi na vida. Mas o pai é errado".