Música

Notícia

Phil Spector, produtor de "Let it Be" e "Imagine" morre aos 81 anos

Músico foi condenado por assassinato em 2009 e cumpria sentença de 19 anos

Julia Sabbaga
17.01.2021
13h37
Atualizada em
17.01.2021
14h23
Atualizada em 17.01.2021 às 14h23

Phil Spector, produtor musical conhecido por seu trabalho nos álbuns Let it Be, dos Beatles, e Imagine, de John Lennon, morreu ontem (16) aos 81 anos. Condenado por assassinato em 2009, Spector faleceu de complicações causadas por Covid-19 enquanto cumpria sentença de 19 anos de prisão [via TMZ].

Spector trabalhou com diversos nomes lendários da música, tendo iniciado sua trajetória ao estrelato como integrante do The Teddy Bears e compositor do hit "To Know Him Is to Love Him". Desde então, esteve por trás de canções como "You Lost That Lovin' Feeling" e "Unchained Melody", do The Righteous Brothers e "Be My Baby" de The Ronettes.

Spector trabalhou com os Beatles na produção de Let It Be e com John Lennon em Imagine, além de "My Sweet Lord", faixa de George Harrison que atingiu o topo das paradas no Reino Unido. Outros nomes com quem trabalhou incluem Leonard Cohen e Ramones. Spector ficou conhecido também pela criação do conceito de Wall of Sound, técnica de gravação em que o som de instrumentos diferentes vazam uns nos outros. O resultado consiste em um som preenchido com pouca definição individual de cada instrumento.

Em fevereiro de 2003, Spector foi acusado de ter assassinado a atriz Lana Clarkson em sua mansão na Califórnia. O produtor foi declarado culpado em maio 2009. 

Em 2013, a HBO contou a história do julgamento de Spector no longa Phil Spector, em que Al Pacino viveu o produtor. 

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.