Pete Way em foto publicada no Facebook

Créditos da imagem: Pete Way/Facebook/Reprodução

Música

Notícia

Morre Pete Way, baixista do UFO, aos 69 anos

Músico trabalhou com Ozzy Osbourne e com a banda Waysted

Nicolaos Garófalo
14.08.2020
19h45

Pete Way, músico conhecido por seus trabalhos com Ozzy Osbourne, UFO e Waysted, morreu nesta sexta-feira (14) em decorrência de graves lesões sofridas em um acidente ocorrido em junho. A informação foi revelada pela página oficial do baixista no Facebook – veja abaixo:

O icônico baixista Pete Way, fundador do UFO, Waysted e mais recentente, The Pete Way Band, morreu. Ele se machucou gravemente em um acidente há dois meses, mas lutou bravamente até sucumbir a esses ferimentos às 11:30 da manhã de hoje. Sua esposa, Jenny, estava ao seu lado. Pete Way era uma figura amada e respeitada entre os fãs de rock, críticos e colegas músicos. Mais conhecido pelo seu trabalho no UFO, as performances energéticas de Pete estavam no coração das inúmeras turnês da banda pelo mundo. Suas linhas de baixo melódicas sustentaram o catálogo de clássicos do rock em cima do qual a reputação e o legado do UFO foram fundados. O trabalho de Pete após o UFO inclui colaborações com ‘Fast’ Eddie Clarke do Motörhead – com os dois montando o Fastway com o baterista Jerry Shirley do Humble Pie – além de trabalhos com seu amigo de longa data, Ozzy Osbourne. Depois, ele montou a sua própria banda, Waysted. O ouvido apurado de Pete para arranjos de canções também o colocarou na cadeira de produtor de bandas de hard rock como Twisted Sister e Cockney Rejects. Pete havia finalizado um álbum solo recentemente, Walking On The Edge com o produtor Mike Clink (de Appetite For Destruction, do Guns N’ Roses e mais.) Ele teve uma biografia publicada em 2017 com o nome A Fast Ride Out Of Here e um álbum chamado Amphetamine que foi lançado pela Cargo Records. Pete deixa duas filhas, Zowie e Charlotte, e seu irmão mais novo, Neill

Way foi membro fundador do UFO e esteve com a banda em diferentes períodos de sua carreira. No começo dos anos 1980, o baixista também fazia parte da banda usada por Osbourne durante a turnê de seu segundo disco, Diary of a Madman.