Música

Artigo

Old Town Road | Quem raios é Lil Nas X?

Sucesso segue batendo recordes nas paradas americanas

Julia Sabbaga
03.07.2019
15h04

Esta semana, o imparável hit de Lil Nas X, “Old Town Road” bateu recordes nas paradas americanas e se tornou a música de hip hop há mais tempo no primeiro lugar da Billboard Hot 100, superando "See You Again", do Wiz Khalifa, "Boom Boom Pow" do The Black Eyed Peas e "Lose Yourself" do Eminem. Este foi apenas mais um dos marcos registrados pelo inesperado do rapper, que aos 20 anos inovou as maneiras do sucesso, gerou polêmica e surpreendeu a indústria. Apesar de ter lançado “Old Town Road” no fim de 2018, foi apenas há poucos meses que a faixa explodiu e chegou até o Brasil, e tudo aconteceu tão rapidamente que muitos ficaram coçando a cabeça tentando entender de onde surgiu esse tal de Lil Nas X.

Montero Lamar Hill nasceu em Atlanta, Georgia em 1999, mas cresceu em Austell, onde estudou trompete, na escola, sua única educação formal em música. Depois de um ano na Universidade de West Georgia, Hill deixou a faculdade e se aprofundou no mundo da internet, se tornando um especialista em criar memes e posts virais. Já nessa época, ele divulgava suas próprias músicas na internet, mas o sucesso das faixas nunca foi tão grande quanto as correntes que iniciava nas redes. Até que um dia ele resolveu investir de verdade em um hit viral, com a intenção específica de virar meme [via RS]: “Eu pensei ‘preciso fazer curto, grudento, com frases que as pessoas vão querer usar como legendas. Principalmente ‘horses in the back’ eu pensei ‘aí está uma coisa que as pessoas vão querer falar todos os dias’”.

E "Old Town Road" nasceu. Ela já tinha algumas audições no Soundcloud quando começou a dominar o TikTok, aplicativo para compartilhamento de curtos vídeos. Quando a faixa começou a embalar o meme de Yeehaw Challenge – uma corrente com a ideia de mostrar usuários se transformando em cowboys – a "Old Town Road" entrou nas paradas americanas pela primeira vez, em 83º lugar. Já no lançamento, Lil Nas X fez o próximo passo para estourar de vez, pedindo compartilhamentos no Twitter com a intenção de chegar especificamente em Billy Ray Cyrus, o icônico cantor country e pai de Miley Cyrus. A ideia era impulsionar a canção ao primeiro lugar das paradas country, onde chegou ao 19º.

Se aproveitando dos contatos que recebeu ao colocar as músicas na parada, Nas conseguiu chegar a Cyrus assinando seu primeiro contrato com uma gravadora, a Columbia Records. “Acho que estava em 19º lugar na época. Achei que eu poderia ajudá-lo a perder o nove”, comentou Billy Ray Cyrus sobre a colaboração. Mas uma semana antes do lançamento da nova versão, a Billboard fez um movimento polêmico que acabou impulsionando ainda mais o sucesso de "Old Town Road": retirar a música das paradas country, considerando que a faixa não pertence ao gênero. O comunicado da Billboard, que explica que a faixa “não tem elementos o suficiente da música country na sua versão atual” foi considerada racista pelo público, que reclamou que uma canção que traz um banjo característico e fala sobre cowboys e cavalos não poderia ser mais country. A empresa refutou a crítica, mas manteve "Old Town Road" de fora das listas do estilo.

O movimento não impediu que ela estourasse na parada geral, e rapidamente a faixa chegou ao topo da Hot 100. Em abril, Lil Nas X quebrou o recorde de "In My Feelings", do Drake, com o maior número de streams em uma semana, e se tornou o primeiro hit nº1 de Billy Ray Cyrus, aos 57 anos. Usando uma batida do Nine Inch Nails como base, "Old Town Road" também é a primeira faixa de Trent Reznor e Atticus Ross a chegar ao topo. Atualmente, a música já ganhou remix de Diplo e Young Thug, e foi até inserida no trailer de Rambo: Last Blood.

"Old Town Road" teve uma escalada única ao sucesso, tornando Lil Nas X um representante da atual indústria musical e suas eternas mudanças. Ele já lançou um EP, intitulado 7, que mostra sua vontade de brincar com diversos gêneros musicais, e apesar da qualidade questionável das composições, a capacidade de criar melodias cativantes parece ainda presente. Recentemente, Lil Nas X fez ainda mais um movimento singular, ainda mais para um artista de hip-hop: no último dia de junho, mês do orgulho LGBTQ+, ele se declarou homossexual.

Atualmente cliente do empresário Gee Robertson, que trabalhou com Drake e Kanye West, Lil Nas X segue em uma carreira diferente, que muitos podem achar que será curta, apostando que o músico acabará como um artista de um hit só. Sobre isso, ele falou à NPR: "Eu tenho um nome agora, e uma base de fãs crescente, posso fazer o que eu quiser". Pode ser que seja seu começo, pode ser que seu sucesso pare por aqui, mas de qualquer modo, a história de Lil Nas X marcará como uma trajetória única na música.