Música

Notícia

Hoje no Foo Fighters, Dave Grohl e Pat Smear dizem não ouvir músicas do Nirvana

Relembrar carreira da banda liderada é “muito doloroso” para os roqueiros

A cozinha
15.02.2021
16h16

Parceiros de Foo Fighters, Dave Grohl e Pat Smear tocam juntos desde 1993, quando o guitarrista se tornou o quarto membro do Nirvana para a turnê do disco In Utero. Apesar de terem dividido o palco em alguns dos shows mais icônicos da banda grunge, a dupla revelou que não consegue mais ouvir os discos do grupo. Em entrevista ao Howard Stern Show, Smear disse que escutar as composições de Kurt Cobain “só me deixam triste”. “É difícil às vezes”, concordou Grohl – assista acima.

Segundo o ex-baterista do Nirvana, ele nunca nem ao menos mostrou os trabalhos com o influente grupo às filhas, o que não impediu a jovem Harper Grohl, de 11 anos, de conhecer as músicas que marcaram uma geração. “‘Come As You Are’ tocou no rádio, ela começou a cantar e sabia a letra inteira! Eu nunca mostrei [Nevermind, disco que levou o Nirvana para o estrelato] para ela. A gente não fala do Nirvana”, contou Grohl, que disse ainda ter conversado um pouco mais sobre Cobain com a filha.

Apesar das memórias dolorosas, os músicos disseram que sempre que encontram com Krist Novoselic se reúnem “e tocamos como se fossemos o Nirvana e é incrível”. “Se estamos na mesma cidade ou algo assim, apenas nos encontramos para tocar”, afirmou Smear. Segundo ele, o último encontro do trio foi durante as gravações de Medicine at Midnight, disco mais recente do Foo Fighters.

O baixista, amigo de Cobain desde a adolescência, já gravou com a banda dos ex-colegas em “I Should Have Known”, do disco Wasting Light, de 2011, e se juntou a Grohl, Smear e Paul McCartney na canção “Cut Me Some Slack”, de Sound City – From Real to Reel, lançado junto com o documentário Sound City, dirigido pelo líder do Foo Fighters.

Grohl entrou para o Nirvana pouco antes das gravações de Nevermind, substituindo Chad Channing no segundo disco da banda. Já Smear se juntou ao grupo em 1993, em meio à conturbada, porém lendária, turnê de In Utero. Após a morte de Cobain, Grohl gravou o primeiro disco do Foo Fighters e chamou Smear para formar a banda em 1995. O guitarrista deixou o então quarteto após o lançamento de Colour and The Shape, de 1997, mas retornou após o lançamento de In Your Honor, de 2005.

Décimo disco do Foo Fighters, Medicine at Midnight foi lançado em 5 de fevereiro e conta com os singles “Shame Shame” e “No Son of Mine” - confira.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.