Música

Lista

Led Zeppelin, Pink Floyd e mais: Os melhores filmes de show

De 1970 até hoje, o rock marcou diversos documentários de performances

Julia Sabbaga
30.07.2018
17h10

Existe um tipo específico de documentário musical que foca na performance ao vivo: conhecidos em inglês como concert films, filmes de show geralmente trazem uma apresentação na íntegra, que pode ser intercalado com trechos externos com depoimentos, ou até partes mais lúdicas. Um gênero do qual diversos diretores já participaram, confira abaixo alguns dos maiores filmes de show do cinema:

Pink Floyd: Live at Pompeii

Pink Floyd: Live at Pompeii
Pink Floyd: Live at Pompeii/Television Française/Divulgação

Pink Floyd: Live at Pompeii é considerado um dos primeiros e maiores filmes de shows já feitos. Filmado, idealizado e dirigido por Adrian Maben, o longa mostra uma apresentação da banda no anfiteatro antigo de Pompeia em 1971, sem nenhuma plateia exceto pela equipe técnica e alguns sortudos que conseguiram se infiltrar no local. Para o lançamento, o filme foi complementado com performances da banda em estúdio em Paris. Veja um trecho. 

The Song Remains The Same

Led Zeppelin-The Song Remains the Same
Led Zeppelin-The Song Remains the Same/Warner Bros/Divulgação

Pouco tempo depois, foi a vez do Led Zeppelin lançar o seu filme, The Song Remains The Same, de 1973. Filmado em três noites no Madison Square Garden, a obra intercalava a performance ao vivo com esquetes fantasiosas, e acabou mal-recebido pela crítica na época. Hoje, o longa é considerado um clássico cult que representa o estado da banda na época, o seu auge. Veja um trecho. 

Ziggy Stardust and the Spiders from Mars

Ziggy Stardust and the Spiders from Mars
Ziggy Stardust and the Spiders from Mars/Miramax/Divulgação

Em 1973, o diretor D.A. Pennebaker, que já era conhecido pelo documentário sobre Bob Dylan, A Caminho do Leste, foi chamado para produzir um comercial no show de David Bowie no Hammersmith Odeon. Impressionado com a performance, o cineasta decidiu dirigir o show para lançamento em um filme, e surpreendentemente registrou o último show da persona de Ziggy Stardust. Apesar da baixa qualidade de algumas imagens, Ziggy Stardust and the Spiders from Mars é considerado um clássico pela relevância da performance. Veja o trailer.

O Último Concerto de Rock

O Ultimo Concerto de Rock
The Last Waltz/United Artists Films/Divulgação

The Last Waltz é a visão de Martin Scorsese para o último show do The Band, que aconteceu no dia de ação de graças, 25 de novembro, em 1976. O longa foi recebido e é considerado até hoje como um dos melhores filmes de show de todos os tempos, e retrata a história e influência da banda, além de mostrar as participações especiais de Eric Clapton, Ringo Starr, Bob Dylan, Neil Young, e mais. Veja o trailer.

Stop Making Sense

Stop Making Sense
Stop Making Sense/Palm Pictures/Divulgação

Jonathan Demme, vencedor do Oscar pela direção de O Silêncio dos Inocentes, já fez alguns filmes de show em sua carreira, notavelmente de Neil Young e Justin Timberlake. Mas sua obra documental de música mais aclamada foi Stop Making Sense, registro de três shows do Talking Heads em Hollywood em 1983. O longa não mostra a plateia até o final da performance, que se desenvolve com os integrantes subindo aos poucos no palco, e com o famoso terno de David Byrne ficando cada vez maior a medida que o show avança. Veja aqui.

Sign 'o' the Times

Prince-Sign O' the Times
Sign O' the Times/Cineplex-Odeon Films/Divulgação

Sign O’ The Times foi um filme de show de Prince dirigido pelo próprio, com a ideia básica de promover a turnê do álbum do mesmo nome e alavandar sua carreira no público americano. O registro planejava capturar as performances na Holanda e na Belgica, mas depois de ficar insatisfeito com a qualidade do som, Prince regravou grande parte do material no Paisley Park Studio, em Minnesota. Apesar da fraca performance comercial nos cinemas em 87, Sign O’ The Times se tornou um sucesso quando lançado em VHS, mais tarde, e recebeu elogios do público geral. Veja um trecho.

Concert for George

Concert For George
Concert For George/ArenaPlex LLC/Divulgação

Concert for George foi o filme dirigido por David Leland que registrou o show em tributo ao guitarrista dos Beatles, George Harrison, em Londres em novembro de 2002, no aniversário de morte de um ano do músico. Além de marcar a primeira vez que Paul McCartney e Ringo Starr tocaram juntos desde os Beatles, o filme mostra comoventes depoimentos da família e de diversos astros do rock, sobre a relevância de George Harrison. O documentário foi aclamado pela crítica e levou o Grammy de melhor vídeo musical longo. Veja um trecho.

Awesome; I Fuckin' Shot That!

Awesome; I Fuckin' Shot That!
Awesome; I Fuckin' Shot That!/Oscilloscope/Divulgação

Awesome; I Fuckin' Shot That! foi um filme de show idealizado pelo Beastie Boys de forma totalmente inovadora. O grupo distribuiu câmeras para 50 membros do público presente em um show no Madison Square Garden em outubro de 2004, e sob direção do próprio integrante Adam Yauch, produziu um filme que apresentou o show na íntegra. Veja um trecho.

Shine a Light

Shine a Light
Shine a Light/Paramount Classics/Divulgação

O filme de Martin Scorsese que foca nos Rolling Stones, Shine a Light, ultrapassa o conceito de filme de show e reconta a história da banda inglesa, além de trazer o registro do show em 2006, em Nova York, na turnê A Bigger Bang da banda. O grandioso documentário – que foi lançado também em IMAX – traz a banda acompanhada por convidados especiais como Jack White e Christina Aguilera. Veja o trailer.