Música

Notícia

Kanye West | Kim Kardashian divulga áudio de chamada telefônica entre rapper e Taylor Swift

Swift, anteriormente, havia acusado West de fazer uma música misógina com seu nome

Jacídio Junior
18.07.2016
12h36
Atualizada em
12.11.2016
00h02
Atualizada em 12.11.2016 às 00h02

Kanye West é um rapper que não passa um lançamento de disco sem gerar polêmica. Em seu último álbum, The Life of Pablo, ele cita Taylor Swift na música "Famous", na qual ele diz:

"I feel like me and Taylor might still have sex
Why? I made that bitch famous (God damn)
I made that bitch famous"

[Eu sinto como se eu e Taylor ainda pudéssemos fazer sexo. Porquê? Eu fiz essa vadia famosa. Eu  fiz essa vadia famosa - em tradução livre.]

Após o lançamento do disco, Swift acusou a letra de West de ser misógina e de não ter consentido o uso de seu nome na faixa. No entanto, nessa segunda, 18, Kim Kardashian, mulher de West, que há alguns dias tem dito que Swift sabia da música, liberou uma gravação na qual o rapper lê a parte principal do refrão para Taylor Swift e pergunta se está tudo bem usar o nome da artista - veja abaixo.

Durante a conversa, Swift diz que acha bacana ele ter ligado para perguntar sobre o que ela acha da letra. E West responde que se preocupa com ela "como uma amiga". Após Kanye cantar a parte principal e ele diz: "Eu acho que é uma coisa legal de ter [na música]". E Swift responde, "É como um elogio", sobre a parte na qual o nome da artista é citado. Kanye complementou "Eu quero que você se sinta bem, Eu não quero fazer rap e fazer com que as pessoas se sintam mal", diz West.

No entanto, o rapper não cantou o resto da letra, a parte na qual chama a artista de vadia. Após a publicaçao dos vídeos, Taylor Swift postou um comunicado em seu Twitter: "Onde está a parte do vídeo em que Kanye diz que irá me chamar de vadia na música? Isso não existe porque nunca aconteceu. Você não consegue controlar a resposta emocional de alguém por ser chamada de vadia em frente ao mundo todo. Com certeza eu queria gostar da música. Eu queria acreditar no Kanye quando ele me disse que eu iria amar a música. Eu queria que nós tivéssemos uma relação amigável. Ele prometeu tocar a música pra mim, mas ele nunca fez. Enquanto eu quis ser amigável com Kanye ao telefone, você não aprova uma música que você não ouviu. Ser pintada, falsamente, como uma mentirosa quando eu nunca tive acesso a toda a letra ou ouvido nenhuma parte da música, é assassinato de caráter. Eu gostaria muito de ser excluída dessa narrativa, uma que eu nunca pedi para fazer parte, desde 2009" - veja tuíte abaixo.

Saiba mais sobre Kanye West
Saiba mais sobre Taylor Swift