Emicida e Pitty no João Rock

Créditos da imagem: Rafael Cautella/Divulgação

Música

Notícia

Pitty e Emicida apresentam o promissor Travessia em noite sem sorte

Problemas técnicos ofuscaram o rapper nas próprias músicas

Omelete
2 min de leitura
Pedrinho
09.06.2024, às 11H34.
Atualizada em 10.06.2024, ÀS 14H22

Assim como fez na turnê Pitty e Nando, a roqueira Pitty lançou um novo projeto no palco do João Rock. Dessa vez, a parceria foi com Emicida, com quem divide o single "Hoje Cedo", que abriu o show da dupla —o último do festival. Sem rodeios, os dois subiram ao palco juntos e soltaram a voz com uma banda formada por músicos de ambos.

Em seguida, foi a vez de Pitty chacoalhar a plateia com seus hits atemporais "Máscara" e "Admirável Chip Novo" com ajuda de Emicida. Enquanto a baiana aparesentava com a qualidade de sempre, o rapper paulista te tava se encaixar no tom e no ritmo. Até aquele momento não estava claro se ele usava auto-tune ou só um microfone defeituoso — ou os dois, mas as notas não casaram nesse momento.

As coisas melhoraram quando ele cantou uma nova versão de "Boa Esperança", música que ele cantou sozinho. O dueto alcançou seu melhor momento com "Memórias" e "Teto de Vidro", com direito a um tradicional bate cabeça.

A parte final do show foi a mais sincronizada. Em "AmarElo", Pitty assumiu o sample de Belchior, já em "Equalize", o rapper usou o tom bossa nova que adquiriu em seus últimos trabalhos e fez uma excelente segunda voz.

Os problemas, no entanto, voltaram na penúltima música. Em "A Ordem Natural das Coisas", uma das composições mais belas de Emicida, o microfone do rapper simplesmente parou sem que ninguém no palco percebesse. Com isso, a plateia ficou vendo o rapper cantar sem som durante constrangedores minutos, enquanto Pitty cantarolava um verso a cada longos períodos de silêncio. Eles repetiram a música após pedidos da plateia.

Mesmo com os problemas, a dupla mostrou possuir um projeto promissor, com Pitty se redescobrindo com um pouquinho de rap e Emicida mostrando que não tem "Roque" apenas no sobrenome. Talvez com mais alguns ensaios e o rapper fora da turnê AmarElo - A Gira Final, Travessia possa se tornar um novo disco dos dois.

*O repórter viajou a convite do festival João Rock

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.