Florian Schneider em apresentação no Stop Plastic Pollution, de Paris (via Parley TV)

Créditos da imagem: Parley TV/Youtube/Reprodução

Música

Notícia

Florian Schneider, cofundador do Kraftwerk, morre aos 73 anos

Músico alemão foi um dos mais influentes da música eletrônica

Arthur Eloi
06.05.2020
13h18
Atualizada em
06.05.2020
13h30
Atualizada em 06.05.2020 às 13h30

Florian Schneider, co-fundador do grupo eletrônico alemão Kraftwerk, morreu aos 73 anos de idade. Segundo um representante do grupo [via Variety], o músico faleceu alguns dias após seu aniversário em 7 de abril, em razão de uma doença relacionada à câncer.

Nascido na cidade de Düsseldorf, na Alemanha, Schneider ficou mundialmente reconhecido quando, em 1970, ajudou a fundar o Kraftwerk ao lado de Ralf Hutter. Com som bastante experimental e repleto de sintetizadores, o grupo alemão foi pioneiro da música eletrônica e do synthpop. Dentre seus vários admiradores, tanto do som quanto da estética robótica da banda, estão Daft Punk, Depeche Mode e David Bowie, que não só tocava músicas do Kraftwerk antes de seus shows como também chegou a escrever um tributo para o músico, chamado “V-2 Schneider”.

O músico integrou a banda por quatro décadas, até deixá-la em 2008. Alguns anos depois, em 2014, Schneider e Hutter receberam o Grammy Lifetime Award em 2014. Ainda em 2020, a dupla havia anunciado uma turnê pelos Estados Unidos para celebrar os 50 anos do Kraftwerk.