Dave Grohl | 10 vezes que ele foi o cara mais legal do rock

Música

Lista

Dave Grohl | 10 vezes que ele foi o cara mais legal do rock

Líder do Foo Fighters comemora 50 anos hoje

Julia Sabbaga
14.01.2019
16h38

Hoje um dos maiores nomes do rock celebra o seu 50º aniversário, e a data não poderia passar batida. Dave Grohl, integrante de uma das bandas mais influentes da história, Nirvana, e fundador de uma das maiores representante do rock atual, Foo Fighters, começou sua carreira profissional como músico aos 17 anos, e desde então, dedicou a alma ao rock n’ roll. Em mais de 30 anos de música, Grohl construiu uma reputação de "cara mais legal de rock", gerando até o apelido "good guy Grohl".

A referência é resultado de uma série de ações beneficentes, iniciativas em nome do rock, e muitas interações com fãs, seja em encontros casuais ou em shows do Foo Fighters. Por isso, para comemorar o aniversário do frontman do Foo Fighters, relembramos abaixo 10 grandes momentos do good guy Grohl.

Ele interrompeu o show para parar uma briga

Dave Grohl é conhecido por interagir com a plateia em diversos shows, não só trazendo fãs para cima do palco mas também conectando com todo o público para fazer questão que todos estejam se divertindo. No vídeo acima, Grohl para uma performance no meio para interromper uma briga no meio da multidão, ainda expulsando o fã que começou o conflito. 

Ele infiltrou um protesto contra o Foo Fighters

Uma das ações mais hilárias promovidas pelo Foo Fighters foi uma performance disfarçada no meio de um protestro contra a própria banda. Quando a igreja batista de Westboro, conhecida por seu posicionamento extremista, protestou contra o show da banda em Kansas City, eles se vestiram de fazendeiros e fingiram fazer parte do rolê. Na apresentação, Grohl animou o público com gritos de amor aos EUA, e daí emendou: "Eu não me importo se você é negro, branco, roxo ou verde, se você é da Pensilvânia ou Transilvânia, Lady Gaga ou Lady Antebellum! Homens amando mulheres, mulheres amando homens, homens amando homens, mulheres amando mulheres. Deus abençõe a América". 

Ele é pai e trabalhador

Um dos vídeos mais simpáticos com Dave Grohl mostra o guitarrista em uma gravação de guitarras, mas sendo inesperadamente interrompido pela sua filha, que quer ir nadar. Depois de cutucar o pai por um tempo, ela puxa a guitarra de vez e fala "você disse que a gente ia nadar!" e ele continua tocando, mas explica: "eu sei, mas eu tenho que terminar essa parte de guitarra!". 

Ele chamou um fã cego para o palco

Um dos momentos mais marcantes do Foo Fighters em show aconteceu em outubro, quando Dave Grohl viu um garoto no colo do pai na primeira fileira e chamou a família para subir ao palco. O garoto usava uma muleta para se guiar e Grohl percebeu que ele era cego, e em um momento do show foi até o canto do palco para deixar o garoto sentir sua guitarra. O menino, chamado Owen, sofria de doença de crohn e autismo. No vídeo acima, Grohl interaje com o garoto de perto por volta dos 3 minutos e 10. 

Ele é um bom filho

Como um bom garoto, Dave Grohl também gosta de agradar a mãe, já comemorado o aniversário dela em alguns shows. No vídeo acima, Grohl relembra todo a sua carreira desde a entrada no Nirvana até hoje, e termina com um pedido para que a plateia cante "parabéns para você" para a mãe. 

Ele presenteou um fã de Metallica com a sua guitarra

Outro momento especial aconteceu também no fim do ano passado, quando o Foo Fighters chamou um garoto de 10 anos, chamado Collier, para tocar no palco com eles. Quando perguntaram ao garoto o que ele sabia tocar, ele pediu por músicas do Metallica, e mostrou saber tocar muito bem. Grohl se ajoelhou para louvar o garoto e ainda deu de presente a sua guitarra, completando com: "Ed Sheeran está tocando em algum lugar por aqui, ele não é nada perto de Collier!".

Ele é um ótimo contador de histórias

Em uma entrevista recente, Dave Grohl demonstrou suas habilidades como contador de histórias, relembrando uma conversa que aconteceu em 1998, em um Ozzfest. No vídeo acima, Grohl diz que ficou amigo dos caras do Pantera e que o Foo Fighters foi chamado para um stripclub da banda em Dallas. Depois de viajar metade do país, Grohl chegou ao local, percebeu que tinha perdido sua carteira, e tentou entrar dizendo que era amigo dos caras do Pantera, mas ouviu apenas uma resposta do segurança: "Todas as pessoas são amigas do Pantera". A banda não conseguiu entrar e Grohl encontrou sua carteira 10 anos depois, com uma mulher que havia encontrado em um posto de gasolina e guardado por todo o tempo.

Ele expulsa fãs adoravelmente

Em um show na Austrália no ano passado, um fã conseguiu burlar a segurança e correu por toda a plataforma do palco, até chegar perto de Dave Grohl e lhe dar um abraço. A banda parou a música na hora e os seguranças correram, mas Grohl foi simpatico e direto: "qual é o seu nome?", ele perguntou. "Jevin com um J". "Sai fora do meu palco!" ele disse, antes de dedicar a próxima música ao "Jevin com um J". O momento acontece no vídeo acima, aproximadamente aos 4 minutos e 20. 

Ele é indestrutível

Um dos momentos mais marcantes na carreira do Foo Fighters aconteceu na Suécia em 2015, quando Dave Grohl caiu do palco e quebrou a perna. O vocalista pegou o microfone e informou a plateia que se machucou, prometendo voltar no ano que vem. Acontece que ele descobriu que é possível ficar imobilizado lá mesmo, e em alguns minutos estava de volta ao palco, com a guitarra na mão, e cantando, enquanto médicos examinavam a fratura. 

Ele prega peças como ninguém

Depois do acontecimento em 2015, Dave Grohl passou novamente pela cidade em 2018, e aproveitou o momento para pregar uma peça em fãs, entregando uma baita surpresa. Antes de entrar no palco, um dublê de Grohl entrou fingindo ser o frontman e caiu do palco do mesmo modo que o vocalista tinha caído há três anos. Depois da queda, Grohl subiu ao palco normalmente.