Música

Crítica

Kelly Clarkson - Meaning Of Life | Crítica

Kelly Clarkson triunfa com nova sonoridade e liberdade criativa

Julia Sabbaga
30.10.2017, às 11H25
ATUALIZADA EM 30.10.2017, ÀS 13H00
ATUALIZADA EM 30.10.2017, ÀS 13H00

O novo álbum da primeira ganhadora do American Idol, Kelly Clarkson, Meaning Of Life, é uma declaração de amadurecimento e liberdade de uma estrela de talento inegável. Baseado em uma sonoridade mais soul e R&B e distanciando-se da música mais pop que marcou sua carreira, Clarkson lança o primeiro trabalho livre do contrato que a prendia desde os tempos de American Idol, e a novidade definitivamente trouxe uma mulher reformada, que, influenciada por Aretha Franklin, esbanja os vocais grandiosos que ela sempre foi capaz de fazer, mas raramente se mostrava tão livre para soltar.

Clarkson terminou o contrato com a RCA Records no ano passado, após o lançamento do álbum Piece by Piece Remixed. Já descrito pela vocalista como um “casamento arranjado”, Clarkson se viu livre das correntes da gravadora e assinou com a Atlantic Records, com a promessa de mais liberdade criativa. Este fator é provavelmente o maior triunfo de Meaning Of Life, o oitavo álbum da carreira de Clarkson, que possivelmente sob a RCA, não teria acontecido. Desde o início, a cantora expressou o desejo de se mostrar mais soul, e o disco é o resultado perfeito disso. Apesar de trazer produtores das antigas (Greg Kurstin, Jason Halbert e Jesse Shatkin que marcam os créditos de Piece by Piece também), Clarkson já traz nomes novos que influenciaram na mudança, The Monarch, Nick Ruth e Mick Schultz. A produção foi feita com muita maestria: as faixas esbanjam personalidade com instrumentos bonitos, característicos e espaços preenchidos com muito vocal e coros grandiosos.

Meaning Of Life já estabelece, em sua introdutória primeira faixa, um som retrô. Demonstrando uma nova jornada, o disco começa com um ruído de vitrola. As três ótimas primeiras faixas, “Love So Soft”, “Heat” e “Meaning Of Life”, já transitam para o soul, apesar de ainda trazer fortemente as raízes pop de Clarkson. A medida que as faixas vão passando, Clarkson vai ganhando solo e explorando novos sons, e as faixas ganham uma profundidade inédita. “Move You” já é uma balada romântica mais complexa e traz um coro que remete a uma igreja. Cheias de vocais de fundo e com muito poder vocal, Clarkson arrasa em “Whole Lotta Woman”, um hino ao poder feminino e a autenticidade, vindo de uma cantora que conseguiu se estabelecer como um talento de verdade, batalhando contra o esquecimento que acometeu diversos vencedores de reality show desde o início dos anos 2000. Clarkson fala sobre o desprendimento a uma imagem estabelecida há tempos, se dizendo um mulheirão: “Não sou uma garota, sou uma patroa com uma voz”. A faixa traz um arranjo sensacional, com a ótima participação do Earth, Wind & Fire.

Clarkson sabe usar muito bem o pop ao seu favor. As baladas como “Cruel” e “I Don’t Think About You” trazem muita firmeza na voz e tiram o melhor possível do som cativante. A segunda, aliás, é uma música de separação que foi atribuída a separação de sua gravadora. Em cima de um belo piano, Clarkson canta: “Me incomodava pensar que eu nunca poderia sair, mas depois de tudo que eu passei, não tenho mais nada para provar. Não, não penso mais em você”.

Mais para o fim, o álbum ainda tem dois destaques. A lenta “Slow Dance” é outra balada romântica, bem R&B, com espaço para guitarra e belos backing vocals. E para fechar o disco, Clarkson retoma um toque eletrônico em “Go High”, que chama atenção pela proposital referência ao discurso feito por Michelle Obama no ano passado: “when they go low, I go high”. A faixa é a mais moderninha do álbum, mas mesmo assim, tem grandiosidade de tema de 007.

Clarkson está fascinante em Meaning Of Life. Com maturidade e felicidade de ser quem é, a cantora se mostrou uma diva poderosa, firme, e mais do que capaz de passar o teste do tempo. 

Ouça Meaning Of Life:

Nota do Crítico
Ótimo

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.