Música

Notícia

Associação de Produtores de Discos divulga 200 maiores discos do rock e do pop

Beatles, Pink Floyd, Michael Jackson, Led Zeppelin e U2 abrem a lista

Luciana Maria Sanches
13.03.2007
00h00
Atualizada em
21.12.2016
20h00
Atualizada em 21.12.2016 às 20h00

Em uma tentativa de classificar os álbuns mais importantes da música, a Associação Nacional de Produtores de Discos dos EUA (NARM - National Association of Recording Merchandisers) listou os 200 álbuns dignos da alcunha de clássicos, incluindo trilhas sonoras, que não só foram campeões de venda como exerceram e continuam exercendo uma atração junto aos consumidores.

A associação compreende 7 mil lojas dos Estados Unidos e o Rock and Roll Hall of Fame. De acordo com seu presidente, Jim Donio, a lista, chamada Definitive 200, "serve para lembrar as pessoas que a maioria de suas músicas preferidas faz parte de um único formato de arte, o disco". Evidentemente, a lista nada mais é que uma tentativa de dar importância ao formato físico, que vem indiscutivelmente perdendo espaço para a venda de música digital.

1

None

Donio explicou que a lista é formada por discos que, geração após geração, as pessoas continuam a comprar, e obviamente pelos que venderam muito. "A Definitive 200 é formada pelos álbuns que todos deveriam ter." Ele tem razão. A lista é um ótimo apanhado de álbuns para quem quer conhecer o melhor do pop e do rock (e suas várias subdivisões) produzido nos últimos 50 anos.

No topo está Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, obra-prima dos Beatles; seguida por Dark Side of the Moon, álbum do Pink Floyd que será apresentado por Roger Waters no Brasil no final de março; Thriller, do Michael Jackson (único estadunidense entre os cinco primeiros); Led Zepellin IV, do Led Zeppelin; e The Joshua Tree, do U2.

Os Rolling Stones, que costumam ser apontados como única banda tão importante quanto os Beatles, aparecem apenas no sexto lugar, com Exile on Main Street, e perdem para a banda de Liverpool também em número de álbuns presentes na lista: cinco para a parceria Lennon/McCartney e quatro para a banda de Jagger/Richards.

O grunge, movimento musical dos anos 90, aparece bem representado por Nevermind, do Nirvana, na décima colocação, e Ten, do Pearl Jam, ocupando o 11º lugar. Os discos mais novinhos da lista são American Idiot, do Green Day, Confessions, do Usher, Elvis at Sun, um relançamento do cantor Elvis Presley em CD, e Andrea, do cantor italiano Andrea Bocelli, todos de 2004. Os mais velhinhos são In the Wee Small Hours, álbum de 1954 do Frank Sinatra, o homônimo de Elvis Presley, de 1956, Time Out, de Dave Brubeck, e Kind of Blue, do Miles Davis, ambos de 1959.

As cinco trilhas sonoras mais importantes são as do filme Grease (Nos tempos da brilhantina) e Saturday Night Fever (Embalos de Sábado à Noite) - ambos estrelados por John Travolta - Dirty Dancing, na 99a. posição, Titanic na 103a., e Top Gun no 117º lugar.

Confira a lista completa da NARM aqui.