Filmes

Notícia

Mulher-Maravilha | Discordâncias no roteiro seriam o motivo da saída de Michelle MacLaren da direção

Patty Jenkins já foi anunciada como a substituta

André Zuliani
17.04.2015, às 17H09
ATUALIZADA EM 29.06.2018, ÀS 02H43
ATUALIZADA EM 29.06.2018, ÀS 02H43

Após confirmar a saída de Michelle MacLaren e anunciar rapidamente a substituta Patty Jenkins para a direção de Mulher-Maravilha, a Warner Bros. não deu muitos detalhes sobre a troca, relatando que a saída de MacLaren se deu por "diferenças criativas".

None

Segundo fontes da Variety, uns dos atritos entre o estúdio e MacLaren seria a vontade da diretora em fazer um filme como uma épica história de origem, como Coração Valente (Braveheart, 1995), enquanto a Warner tem a intenção de fazer uma história centrada em um personagem coberta de ação. Já de acordo com o Badass Digest, Zack Snyder, consultor criativo dos filmes da DC para o estúdio, queria que a trama fosse situada durante a Guerra da Criméia, enquanto MacLaren gostaria de focar a história durante a 1ª Guerra Mundial. A publicação ainda diz que os planos da diretora para Steve Trevor, par romântico da heroína no filme, não agradaram o estúdio. Trevor seria uma "donzela em perigo", o que tornaria o personagem parece incompetente e atrapalhando o arco do casal.

Gal Gadot irá interpretar a Mulher-Maravilha nas telonas. As filmagens começam no fim do ano, com roteiro de Jason Fuchs (PanEra do Gelo 4). Mulher-Maravilha estreia em 23 de junho de 2017. Antes, a heroína aparecerá em  Batman vs Superman - A Origem da Justiça , que tem estreia marcada para 24 de março de 2016.

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.