Terry Jones, comediante e fundador de Monty Python, morre aos 77 anos

Filmes

Notícia

Terry Jones, comediante e fundador de Monty Python, morre aos 77 anos

Ator dirigiu em Busca do Cálice Sagrado, O Sentido da Vida e A Vida de Brian

Julia Sabbaga
22.01.2020
10h14
Atualizada em
22.01.2020
10h42
Atualizada em 22.01.2020 às 10h42

Terry Jones, comediante, diretor, ator e fundador do grupo Monty Python faleceu no último dia 21, aos 77 anos, após uma batalha contra uma forma rara de demência. A notícia foi anunciada através de uma declaração de sua família à BBC

"Estamos profundamente tristes de anunciar a morte de nosso querido marido e pai, Terry Jones. Terry faleceu na noite do dia 21 de janeiro de 2020, aos 77 anos, com sua esposa Anna Soderstrom ao seu lado, após uma extremamente corajosa, e sempre bem-humorada, batalha contra uma rara forma de demência, FTD". 

A declaração descreve a carreira de Jones e destaca a imortalidade de sua carreira: "Seu trabalho com o Monty Python, seus livros, filmes, programas de televisão, poemas e outras obras viverão para sempre, um legado apropriado de um verdadeiro polímata". 

Jones foi um dos integrantes fundadores do Monty Python em 1969, ao lado de Graham ChapmanJohn CleeseTerry GilliamEric Idle, e Michael Palin. Ao lado de Gilliam, Jones dirigiu os longas Em Busca do Cálice Sagrado e O Sentido da Vida, e comandou também A Vida de Brian.

Seus trabalhos mais recentes incluem a direção da comédia Absolutamente Impossível e o documentário Boom Bust Boom, ambos de 2015.

Em 2016, Jones foi homenageado no BAFTA galês pela sua contribuição ao mundo da televisão e do cinema.