Séries e TV

Lista

Super Choque | Os 9 melhores episódios da animação

Série animada do herói completa 20 anos em 2020

Load Comics
21.02.2020
15h56
Atualizada em
24.03.2020
15h12
Atualizada em 24.03.2020 às 15h12

Pela tela da TV, Super Choque provou para uma geração que super-heróis podem surgir de todos os lugares. Situado em um contexto de criminalidade, discutindo assuntos como brigas de gangue, racismo e violência, indo do bullying a adolescentes levando armas para a escola, a série equilibrava problema reais com a eterna luta entre heróis e supervilões.

Nascido em 1993 pelas mãos de Dwayne McDuffie, Denys Cowan, Michael Davis e Derek T. Dingle na Milestone Comics, sendo posteriormente publicado pela DC, Super Choque ganhou sua série animada em setembro de 2000 e conquistou o público brasileiro depois de ser exibida pelo SBT e Cartoon Network.

Já iniciando as celebrações pelo aniversário da série animada, preparamos uma lista com os melhores episódios de Super Choque; confira:

“Choque No Sistema” - Episódio 1

Super Choque
Reprodução

A principal razão pela qual Super Choque ainda é amado por muitos fãs é porque contava histórias que eram raramente contadas em outras animações. Suas histórias eram de um personagem negro totalmente desenvolvido, vivendo em uma cidade do interior e lidando com problemas reais.

Antes de se tornar um super-herói, Virgil Hawkins era apenas um garoto do ensino médio que tentava ficar longe de problemas. Ironicamente, foi isso que o levou a mais problemas, pois uma gangue local tentou pressioná-lo a se juntar a eles.

Episódio de estreia da série, “Choque No Sistema” é uma história de origem que foca em trabalhar a personalidade do herói e, diferente de boa parte das animações da época, também abordava questões familiares.

“Filhos dos Pais” - Episódio 8

Super Choque
Reprodução

Uma das grandes vantagens de ter autores negros, como Dwayne McDuffie, por trás de um personagem principal negro, é a verdadeira representação e cuidado com os temas apresentados. 

No episódio "Filhos dos Pais", racismo, pobreza e falta de moradia foram apresentados por uma visão adequada, com profundidade e sensibilidade. Virgil percebe que nunca esteve na casa de Richie e insiste em ir jantar e passar uma noite lá, mesmo Richie não querendo muito. Acontece que o pai de Richie é um fanático de mente fechada, que alimenta um ressentimento pessoal contra o hip-hop e "essas pessoas". Virgil sobre racismo do pai do seu melhor amigo, algo que você não pode realmente descrever a menos que tenha vivido.

“Jimmy” - Episódio 25

Super Choque
Reprodução

"Jimmy" é um dos episódios mais memoráveis de Super Choque, muito por ser tão diferente. Enquanto os episódios normalmente focavam na forma de superar um novo obstáculo ou um vilão, "Jimmy" deu um passo corajoso e assumiu assuntos muito mais pesados como bullying e violência armada em escolas.

O episódio começa mostrando Richie sendo colocado numa ambulância por um motivo não revelado. Mais tarde, Virgil é visto conversando com um psicólogo sobre os eventos ainda que ocorreram. Ele conta a história de um colega da escola chamado Jimmy, que estava sendo intimidado por um grupo de crianças e realmente não tinha ninguém para apoiá-lo. Um dia, Virgil e Richie foram à casa de Jimmy como bons amigos. Quando ele se oferece para lhes mostrar uma arma, Virgil rapidamente sai.

Mais tarde, Jimmy é intimidado a ponto de chorar. Para se vingar, ele rastreia os agressores e os coloca sobre a mira de uma arma, As coisas dão terrivelmente errado, como não poderia ser diferente com crianças e armas estão envolvidas. O mistério do início do episódio é solucionado: Richie levou um tiro. 

Ciente da importância da trama, o episódio também se certificou de incluir estatísticas sobre a violência armada e oferecer sugestões sobre segurança de armas e esforços anti-bullying.

“Gear” - Episódio 28

Super Choque
Reprodução

Todos sabemos que bons heróis tem sempre um companheiro, mesmo que seja coisa rápida. Capitão América tem Bucky. Batman tem  Robin. Por que então Super Choque não deveria ter um? Na animação, descobrimos que o melhor amigo de Virgil, Richie, também é um meta-humano.

O mais legal é que enquanto o Super Choque podia controlar a eletricidade, Richie tem o poder de ser super-gênio. Ele sempre foi muito esperto, mas agora era esperto o suficiente para projetar um robô avançado capaz de ler seus pensamentos e botas de foguete que nem os militares eram capazes de criar. Richie estava confuso sobre seus poderes em comparação com todos os outros no começo, mas aprendeu a apreciar a importância da inteligência no combate ao crime.

“Super Choque na África”- Episódio 29

Super Choque
Reprodução

Outro episódio marcante da animação é quando Virgil vai pra África. “Super Choque na África” aborda como seu protagonista, um personagem negro, vem de um mundo completamente diferente e com outras experiências. 

Em Gana, eles conhecem um super-herói chamado Anansi, homenagem à aranha dos contos populares africanos. Também descobrem curiosidades sobre a história africana, aprendem sobre a independência de Gana, o papel do país no no comércio transatlântico de escravos e sobre pan-africanismo, ideologia que propõe a união de todos os povos da África como forma de potencializar a voz do continente no contexto internacional. 

Em um episódio carregado de informação e ação, um diálogo simples resume a sua importância: “Na África eu não sou um garoto negro. Sou só um garoto. Deve ser assim que você se sente todos os dias, não é?", diz Virgil para Richie ao telefone.

“Sua Própria Liga” - Episódios 32 e 33

Super Choque
Reprodução

A maioria dos meta-humanos vilões em Dakota eram apenas adolescentes confusos e zangados tentando encontrar seu lugar no mundo e nunca tiveram realmente nenhuma intenção maldosa. Porém, há um momento em que tudo isso mudou.

Quando Super Choque e Gear são convocados para fazer parte da Liga da Justiça para ajudar na Torre de Vigilância, a dupla precisa participar de um batalha completa contra ninguém menos que Brainiac. O objetivo do vilão é dominar a Torre de Vigilância e usá-la para excluir toda a Terra. Com um pouco de ajuda, Super Choque e Gear provam seu valor ao enfrentar um dos maiores inimigos do Superman.

“Flashback” - Episódio 38

Super Choque
Reprodução

Virgil não foi exceção à regra de que os super-heróis têm passados doloridos. Logo no primeiro episódio fica claro que sua mãe morreu pela violência causada por gangues, mas os detalhes eram escassos. O episódio "Flashback" preenche um pouco dessas lacunas. A mãe de Virgil, Jean, era paramédica e morreu durante uma noite de tumultos de gangues.

No início do episódio, Super Choque e Gear encontraram uma jovem chamada Nina que estava sendo perseguida por Ebon. Convenientemente, ela é uma meta-humana capaz de manipular o tempo e dá a Virgil a chance de viajar para o passado e salvar a vida de sua mãe. Quando Virgil volta, ele salva sua mãe de ser esmagada por um prédio em chamas e a leva para um telhado próximo. Lá, ele implora para que ela ficasse segura pelo resto da noite depois de revelar sua identidade. Infelizmente, ela é não faz o que o herói pede e logo volta às ruas para ajudar outras pessoas, levando a um futuro inevitável.

“Voltando ao Passado” - Episódio 39

Super Choque
Reprodução

No episódio "Voltando ao passado", Virgil fica preso ajudando sua irmã em um lar para idosos. Como um bom adolescente, ele odeia a tarefa e aproveita o ataques de robôs do mal como desculpa para sair. Virgil acaba recebendo ajuda de um idoso que mora no local, e revela ser super-herói aposentado chamado Soul Power, que também pode controlar a eletricidade. Durante o resto do episódio, Soul Power coloca Virgil sob seus cuidados para mostrar alguns truques novo. O episódio foi criado para apresentar Raio Negro, primeiro super-herói negro da DC criado por Tony Isabella, mas a DC não autorizou o uso do personagem.

“Choque do Futuro” - Episódio 40

Super Choque
Reprodução

"Choque do Futuro" é, sem dúvida, um dos melhores episódios. É quando Virgil é enviado 40 anos no futuro enquanto tenta ajudar Batman e Robin. Ele acaba na Batcaverna lutando contra Terry McGinnis, o novo Batman depois que a idade de Bruce Wayne o forçou a se aposentar. Bruce eventualmente intervém e diz que eles trabalharão juntos para resgatar um herói sequestrado. Este não era qualquer herói, no entanto. Foi um dos maiores heróis do mundo: Super Choque.

Embora apareça rapidamente, temos uma ideia de como o Super Choque seria incrível no futuro, sendo capaz de enfrentar sozinho mais de 20 bandidos com alguns socos. Até a gangue do Coringa aparece no episódio, ajudando a matar a saudades de Batman Beyond.

O Super Choque do futuro também aparece em um episódio de Liga da Justiça Sem Limites.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.